Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
quinta-feira, 26 de março de 2020

PostHeaderIcon O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho faz um apelo de 800 milhões de francos suíços para assistir as pessoas mais vulneráveis do mundo na luta contra a COVID-19

O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho lançou um apelo de emergência revisado de 800 milhões de francos suíços (823 milhões de dólares americanos) para ajudar as comunidades mais vulneráveis do mundo a deter a propagação da doença COVID-19 e a se recuperar dos seus efeitos.

Embora a COVID-19 já seja considerada uma pandemia global, ainda é possível reduzir a sua propagação e o número de vidas perdidas com o aprimoramento do acesso aos recursos críticos.

O presidente da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), Francesco Rocca, disse: "Esta pandemia está colocando em risco todos os sistemas de saúde, e a situação vai piorar nos locais onde esses sistemas são fracos ou inexistentes. Uma forte resposta da comunidade é fundamental para evitar a transmissão do vírus. A COVID-19 afeta a todos por igual, mas os migrantes e as pessoas deslocadas, os desabrigados e as pessoas que em áreas propensas a desastres se encontram entre os mais expostos à infecção, os que têm menos possibilidades de ter acesso à assistência à saúde e os mais afetados pela perda de renda. Eles não podem ser esquecidos. Devemos fortalecer o apoio a nossos voluntários das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho que se encontram na linha de frente desta resposta".

O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho consta de três partes: o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), e 192 Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho.

- A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho faz um apelo de 550 milhões de francos suíços (566 milhões de dólares americanos) para oferecer apoio às Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em matéria de assistência à saúde, pré-distribuição de mercadorias, comunicação de riscos, lições aprendidas da rede global de agentes locais, doações em dinheiro para as famílias e mitigação dos impactos dos grandes surtos. Desses 550 milhões de francos suíços, 150 milhões correspondem à FICV para oferecer suporte às Sociedades Nacionais necessitadas, enquanto os 400 milhões restantes serão utilizados pelas Sociedades Nacionais no mercado interno.


- O CICV faz um apelo de 250 milhões de francos suíços (256 milhões de dólares americanos) para dar uma resposta nos locais afetados pelos conflitos e a violência, para apoiar os estabelecimentos de saúde e os locais de detenção, reduzir a propagação e garantir acesso médico às pessoas deslocadas e aos detidos, bem como para oferecer suporte às Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em sua resposta.

O presidente do CICV, Peter Maurer, disse: "Agora, a comunidade internacional deve aumentar o apoio às comunidades com recursos escassos que se encontram paralisadas pelos conflitos, ou correr o risco de permitir que aconteça outra catástrofe humanitária sobre as inúmeras outras comunidades devastadas pela guerra. Os vírus não conhecem fronteiras; esse é um problema global que somente poderá ser resolvido com uma ação global".

O trabalho que já está sendo realizado pelo Movimento inclui o apoio às Sociedades Nacionais para aumentar seus serviços de assistência à saúde, o envolvimento da comunidade e as atividades de preparação para a pandemia para populações vulneráveis. Isto inclui o reforço de suprimentos em estabelecimentos de saúde, a expansão de programas de saneamento e prevenção da doença, inclusive em locais de detenção, e a mitigação do impacto socioeconômico do surto, para garantir que as comunidades continuem tendo acesso aos serviços básicos. Também será fornecido apoio aos Estados para implementar as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) para detectar a doença COVID-19 precocemente, isolar e tratar casos, e rastrear contatos.

As duas organizações advertem que conter a rápida propagação global da pandemia exige uma abordagem coordenada e de toda a sociedade, o que inclui financiamento e apoio nos níveis estadual e nacional. A COVID-19 nos afetará a todos, porém, as pessoas mais vulneráveis correm um risco especialmente alto. Os governos, os indivíduos, as comunidades, as instituições e os doadores devem trabalhar em conjunto, em todos os níveis, para mitigar os impactos devastadores da crise da saúde.

O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é a maior rede humanitária do mundo. Seu pessoal e voluntários baseados na comunidade ajudam as pessoas mais vulneráveis do mundo, incluindo aqueles que moram em países com sistemas de saúde e bem-estar social com poucos recursos; as pessoas que estão se recuperando de recentes desastres; migrantes e pessoas deslocadas; aqueles que se encontram em zonas de conflito e enfrentam violência contínua; pessoas em favelas urbanas; detidos; e pessoas que estão sofrendo por causa do impacto socioeconômico da COVID-19.

0 comentários:

Postar um comentário