Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

PostHeaderIcon Pratt & Whitney e Indústria de Aviação e Serviços inauguram novo centro de serviços em Belo Horizonte


A Pratt & Whitney, uma divisão da United Technologies Corp., e a empresa brasileira Indústria de Aviação e Serviços (IAS), inauguraram em Belo Horizonte, Brasil, seu novo centro de serviço para as famílias de motores PT6A e PW200. Participaram do grande evento de inauguração representantes do governo federal e local, executivos e empregados locais da Pratt & Whitney, clientes, fornecedores e representantes do setor. Também compareceram ao evento representantes dos centros de manutenção credenciados da Pratt & Whitney (DMF) localizados no Brasil, incluindo o ABA Manutenção, Rico Táxi Aéreo e Helipark Manutenção.

“O Brasil tem uma base de motores instalados que cresce rapidamente. Para melhor atender aos nossos clientes daqui, estamos trabalhando desde 2017 para lhes oferecer mais opções de atendimento no país,” afirmou Satheeshkumar Kumarasingham, vice-presidente de atendimento ao cliente da Pratt & Whitney. “Esse novo centro de serviços de Belo Horizonte será o nossa oficina principal na região e a demanda considerável é diretamente atribuída tanto às quatro instalações existentes, bem como à talentosa e excelente equipe local que presta suporte à frota.”

A Pratt & Whitney tem operado no Brasil há mais de 75 anos e continua sendo a principal fornecedora de motores de aviação em geral no país. Os motores da empresa estão presentes em um grande número de aeronaves brasileiras, tanto governamentais como comerciais e de uso executivo, incluindo 1.300 aeronaves equipadas com os motores PT6A e PW200. Ao trabalhar com a IAS e DMFs locais, a Pratt & Whitney pode atender às necessidades de seus clientes, em constante evolução, oferecendo-lhes serviços de manutenção de motores mais personalizados, mais econômicos e em um tempo menor.

“Trabalhando estreitamente com a equipe da Pratt & Whitney, fomos capazes de colocar em funcionamento mais rapidamente as novas instalações de Belo Horizonte”, disse Ronaldo Aldrin, CEO da IAS. “Esse sucesso é muito bom para que nossa capacidade conjunta de oferecer um nível de serviço exceda as expectativas de nossos clientes e nos diferencie no mercado”.

A Pratt & Whitney criou uma das maiores redes de atendimento ao cliente do setor globalmente, oferecendo soluções personalizadas e locais em todos os nossos segmentos do mercado. Para melhor servir aos nossos clientes, temos mais de 40 centros de serviços próprios e credenciados, dois Centros Customer First - Cfirst (Clientes em Primeiro Lugar) em Montreal e Singapura, para oferecer suporte 24 horas, todos os dias da semana, sete centros de distribuição de peças e mais de 100 representantes de suporte de campo e equipes de reparos móveis situadas em todo o mundo. 

Na foto acima Celio Bruder, diretor, Pratt & Whitney; Renato Rafael, gerente geral, Brasil, Pratt & Whitney; Sebastien Turcotte, gerente geral, operações e estratégia da América do Sul, Pratt & Whitney; Pascale Tremblay, vice presidente, operações de atendimento ao cliente, Pratt & Whitney; Maria Della Posta, presidente, Pratt & Whitney; and Satheeshkumar Kumarasingam, vice presidente, atendimento ao cliente, Pratt & Whitney

As novíssmas instalações, parte concluídas e parte ainda em fase de conclusão, retratam a preocupação com qualidade e excelência em seus serviços. 


Os amplos espaços dão uma ideia do que virá a ser, muito em breve, um completo centro de serviços


Uma completa estrutura concebida para suprir necessidades em alto grau de sofisticação


Instrumentação específica voltada aos exigentes requisitos de manutenção e reparos


Armazenamento adequado para os mais variados equipamentos


A Pratt & Whitney é líder mundial no design, fabricação e manutenção de motores de aeronaves e helicópteros e de unidades auxiliares de energia. A United Technologies Corp., baseada em Farmington, Connecticut, nos EUA, fornece sistemas e serviços de alta tecnologia aos setores de construção e aeroespacial.

PostHeaderIcon Bell Boeing entrega o primeiro Osprey modificado para melhorar a prontidão da frota

A Boeing e a Bell Textron Inc., empresa da Textron Inc., entregaram o primeiro Osprey MV-22 modificado ao Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos para melhorar a prontidão e confiabilidade da frota de tiltrotors. Os fuzileiros navais têm várias configurações da aeronave MV-22 em serviço. Sob o programa Configuração Comum - Prontidão e Modernização (CC-RAM), a Bell Boeing está reduzindo o número de configurações atualizando as aeronaves do block "B" para a configuração atual do block "C".

"Nossa primeira aeronave CC-RAM que retornou à Estação Aérea de Marine Corps em New River foi uma referência importante do programa", disse o coronel do Corpo de Marines dos EUA Matthew Kelly, gerente de programa do V-22 Joint Program Office (PMA-275). "Estamos empolgados em ver as melhorias de capacidade, comunalidade e prontidão que essas aeronaves CC-RAM trazem para a frota como parte do programa de prontidão V-22 do Marine Corps".

Como uma configuração em bloco “B”, este MV-22 foi originalmente entregue à frota em 2005. Em 2018, a aeronave voou da Estação Aérea Marine Corps New River para as instalações da Boeing Philadelphia para modernização.

"Esse marco marca o início de uma evolução do Osprey", disse Kristin Houston, vice-presidente da Boeing Tiltrotor Programs e diretora do Bell Boeing V-22 Program. "Através de um foco compartilhado em segurança e qualidade, a equipe da Bell Boeing está entregando aeronaves MV-22 modernizadas, prontas para atender nossas militares e mulheres dedicadas que confiam neste recurso essencial da aviação."

A próxima entrega de CC-RAM está prevista para o início de 2020.

"Estamos ansiosos para que as aeronaves do bloco MV-22 restantes "B"se juntem novamente à frota na configuração do block "C", disse Kelly.

Em novembro de 2019, a Marinha dos EUA concedeu à Bell Boeing US$ 146.039.547 para atualizar nove aeronaves MV-22 adicionais sob o programa CC-RAM, com previsão de conclusão das obras em março de 2022.
quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

PostHeaderIcon Primeiro jato E175-E2 completa voo inaugural

O jato E175-E2, da Embraer, realizou hoje seu voo inaugural decolando das instalações da Empresa em São José dos Campos. O E175-E2 é o terceiro integrante da família E-Jets E2. O primeiro voo dá início a uma rigorosa campanha de teste em voo de 24 meses.

“O voo de hoje do E175-E2 simboliza a realização de nossa visão de produzir uma família de aeronaves comerciais de nova geração que traz economia de custos incomparável aos nossos clientes, conforto excepcional aos passageiros e menos emissões para o planeta”, disse John Slattery, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “O E190-E2 e o E195-E2 já demonstraram um desempenho incrível e o E175-E2 é igualmente impressionante. Estamos ansiosos para trabalhar na certificação. Meus sinceros agradecimentos a todos os funcionários da Embraer que ajudaram a tornar esse dia possível.”

O E175-E2 decolou às 11:07 da manhã, no horário local, da pista adjacente ao complexo Faria Lima da Embraer e voou por duas horas e dezoito minutos. O comandante Mozart Louzada pilotou a aeronave, juntamente com o primeiro oficial Wander Almodovar Golfetto e os engenheiros de voo Gilberto Meira Cardoso e Mario Ito. A aeronave decolou e pousou com controles fly-by-wire (FBW) no modo normal. A tripulação avaliou o desempenho da aeronave, a qualidade do voo e o comportamento dos sistemas.

A Embraer utilizará três aeronaves na campanha de certificação do E175-E2. O primeiro e o segundo protótipos serão utilizados para testes aerodinâmicos, de desempenho e de sistemas. O terceiro protótipo será usado para validar as tarefas de manutenção e será equipado com interior.

Em comparação ao E175 de primeira geração, o E175-E2 possui uma fileira adicional de assentos, podendo ser configurado com 80 assentos em duas classes ou até 90 em classe única. O avião economizará até 16% em combustível e 25% nos custos de manutenção por assento em comparação ao E175.

Assim como o E190-E2 e o E195-E2, o E175-E2 terá os intervalos de manutenção mais longos na categoria de jato de corredor único, com 10.000 horas de voo para verificações básicas e sem limite de calendário para operações típicas do E-Jet. Isso significa 15 dias adicionais de utilização da aeronave por um período de dez anos em comparação com os E-Jets da geração atual.

O E175-E2 apresenta novos motores Pratt & Whitney GTF™ PW1700G de alto desempenho, uma asa completamente nova, controles completos fly-by-wire e novo trem de pouso. Comparado ao E175 de primeira geração, 75% dos sistemas de aeronaves são novos.

PostHeaderIcon SAS recebe seu primeiro A350 XWB

A escandinava SAS recebeu o seu primeiro A350-900, tornando-se o mais novo operador desta aeronave de grande porte de última geração e altamente eficiente. A companhia aérea possui um total de oito aeronaves A350-900 encomendadas e opera uma frota da Airbus de 68 aeronaves (51 aeronaves da família A320, 17 aeronaves das famílias A330 e A340). Nos próximos anos, como parte de uma extensa modernização da frota, a SAS receberá 54 aeronaves adicionais da Família A320neo e os restantes sete A350-900 por meio de contratos diretos de compra e arrendamento.

O A350-900 da SAS apresenta um layout de cabine de três classes moderno e altamente confortável, com 300 assentos: 40 classe "SAS Business", 32 classe "SAS Plus" e 228 assentos da classe "SAS Go". Em 28 de janeiro de 2020, a companhia aérea começará a operar a nova aeronave em sua rota de longo curso Copenhague-Chicago, seguida por outros destinos internacionais, incluindo América do Norte e Ásia.

O A350 XWB apresenta o mais recente design aerodinâmico, uma fuselagem e asas de fibra de carbono, além de novos motores Rolls-Royce com baixo consumo de combustível. Juntas, essas tecnologias mais recentes se traduzem em níveis incomparáveis ​​de eficiência operacional, com uma redução de 25% na queima de combustível e nas emissões. A cabine Airspace by Airbus do A350 XWB é a mais silenciosa de qualquer corredor duplo e oferece aos passageiros e tripulações os produtos de bordo mais modernos para uma experiência de vôo mais confortável. Além disso, o SAS se beneficiará da semelhança exclusiva de aeronaves da Airbus. Os A350 que chegam serão integrados à frota atual da Airbus da SAS em serviço hoje na companhia aérea.


PostHeaderIcon GOL inaugura voo direto para Lima

A GOL Linhas Aéreas atinge a marca de 15 destinos operados no exterior com a inauguração hoje, 12 de dezembro, da rota que liga a capital paulista a Lima, no Peru. Este voo diário e direto entre os países parte do Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU) rumo ao Aeroporto Internacional Jorge Chávez (LIM), reconhecido como um dos melhores da América Latina, e faz parte da expansão internacional da Companhia.

O novo trajeto tem duração de aproximadamente 5h20. A ida (voo G3 7620) sai de São Paulo às 20h55* e chega em Lima à 0h10 (horário local). A volta (voo G3 7619) tem início à 1h10 e pousa às 8h30 em GRU. (*horários aproximados)

Trata-se de um voo que beneficia não só São Paulo, em razão de gerar capilaridade para toda a malha aérea da GOL e de parceiras internacionais, permitindo também aos Clientes de diversas cidades do Brasil e do mundo viajarem ao Peru utilizando a Companhia. Os bilhetes estão disponíveis para compra em todos os canais: site, aplicativo, central de vendas por telefone, lojas VoeGOL (em aeroportos) e agências de viagem parceiras.

“Estamos orgulhosos de termos Lima como novo destino e continuamos focados no crescimento do nosso mercado internacional. O Peru é um destino estratégico para a GOL, além de ser um dos mais importantes centros de negócios e turísticos da América do Sul”, diz Eduardo Bernardes, vice-presidente comercial e de marketing da GOL. “Acreditamos no grande potencial dos produtos e serviços diferenciados e de alta qualidade para oferecermos a melhor experiência de viagem ao Cliente, tanto o corporativo quanto o de lazer.

Entre São Paulo e Lima, os Clientes terão toda a comodidade e o conforto já oferecidos nos voos internacionais da Companhia, como serviço de bordo completo, com refeições e bebidas gratuitas, e uma plataforma de entretenimento com filmes, séries e TV ao vivo sem custo adicional. Pacotes variados de internet, em diferentes preços, permitem enviar e receber mensagens, acessar as redes sociais e atualizar o e-mail.

A rota será operada com a aeronave Boeing 737-800 e contará com o serviço GOL Premium Economy, que oferece aos Clientes uma série de vantagens: o assento do meio é bloqueado, proporcionando mais conforto e privacidade; há compartimento exclusivo para bagagem e acúmulo de milhas no programa Smiles, além de prioridade no check-in e no embarque.

PostHeaderIcon Cabo Verde Airlines já voa para Lagos

A Cabo Verde Airlines iniciou, dia 9 de dezembro, voos regulares para Lagos, na Nigéria. O voo inaugural decorreu esta segunda-feira, dia 9 de dezembro, com saída do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral (Sal), às 22h30 locais, e chegada ao Aeroporto Murtala Muhammed (Lagos) às 04h25, hora local.

Antes de partir, Erlendur Svavarsson, Board Member da Cabo Verde Airlines, sublinhou a importância do início da rota de Lagos na estratégia da companhia para ligar África aos outros continentes onde opera.

“A partir de hoje, Lagos passa a estar ainda mais conectada ao mundo, pois com o hub da Cabo Verde Airlines no Sal será mais fácil viajar para os Estados Unidos, Brasil e Europa. Cabo Verde também ainda é um arquipélago desconhecido dos nigerianos, algo que, estou certo, irá inverter-se a partir de agora”, disse.

A ligação entre Sal e Lagos será operada cinco vezes por semana, às segundas, terças e quintas-feiras, sábados e domingos, através de um Boeing 757, com configuração de 161 lugares em classe económica e 22 em executiva.

Todos os voos terão ligação à ilha do Sal, hub internacional da Cabo Verde Airlines, e poderão fazer conexões aos destinos da companhia em Cabo Verde, Senegal (Dakar), na Europa (Lisboa, Paris, Milão e Roma), Washington D. C. (três vezes por semana) e Boston, bem como aos destinos da companhia no Brasil – Salvador, Porto Alegre, Recife e Fortaleza.

Além das conexões ao hub na Ilha do Sal, o programa Stopover da Cabo Verde Airlines permite a estadia de até 7 dias em Cabo Verde e assim explorar as diversas experiências no arquipélago, sem custo adicional nas passagens aéreas.

A nova ligação vem reforçar as operações da companhia dentro do continente africano, assim como a conectividade entre África e a Europa e Américas do Norte e do Sul no quadro da sua missão de ligar os 4 continentes.

PostHeaderIcon Lufthansa retoma rota São Paulo-Munique com o A350-900

Desde 03 de dezembro último, a Lufthansa passou a oferecer voos partindo de São Paulo para uma nova porta de entrada para a Europa e o mundo: Munique, a capital da região alemã da Baviera. O A350-900 da Lufthansa pousou pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, em sua viagem inaugural partindo do Terminal 2 do Aeroporto de Munique, Franz Josef Strauss, o hub da companhia na Baviera. São Paulo é o primeiro destino na América do Sul operado pelo A350-900 da Lufthansa, a aeronave mais sustentável e de última geração de sua frota.

“Estamos honrados em conectar São Paulo ao nosso hub premium em Munique novamente. É a primeira vez que a Lufthansa utiliza o Airbus 350-900, a mais moderna e sustentável aeronave de longa distância no mundo, em voos para a América do Sul”, afirma Markus Binkert, Chief Commercial Officer (CCO) Hub Munich e Senior Vice President Marketing.

O voo LH505 sai de São Paulo às 18h, horário local, às terças, sextas e domingos, chegando em Munique às 9h35 da manhã seguinte. Já o LH504, parte de  Munique às segundas, quintas e sábados às 22:30, e chega em São Paulo às 6:55 do dia seguinte. Estes horários foram estrategicamente programados para oferecer excelentes conexões com os demais voos do Lufthansa Group para todo o mundo.

O lançamento do novo voo é um dia memorável para o Lufthansa Group, não apenas no Brasil, mas mundialmente. A nova rota representa um reforço às nossas operações, ligando São Paulo - o principal polo econômico e industrial do Brasil - ao hub de Munique, o único aeroporto cinco estrelas da Europa e porta de entrada para centenas de destinos importantes, tanto para aqueles que viajam a negócios quanto para os que vão a lazer.

“Com a volta da rota Munique-São Paulo, estamos conectando dois importantes polos de negócios, assim como seus povos e culturas”, acrescentou Binkert ao destacar os robustos vínculos econômicos entre a região alemã da Bavária e o estado de São Paulo, bem como a importância da nova rota como um pilar de sustentação para o fortalecimento econômico destas cidades que são verdadeiros powerhouses da Europa e América do Sul, respectivamente.

Existem mais de 900 empresas alemãs com sede no estado de São Paulo – a maior concentração fora da Alemanha - e mais de 1.200 se considerarmos todo o país. Nossa intenção é que a nova rota de Munique seja catalisadora do fortalecimento de laços, criação de empregos e estímulo ao ambiente de negócios entre os dois países.

Lufthansa Group no Brasil – mais de seis décadas de sucesso

A história do Lufthansa Group no Brasil começou em 15 de agosto de 1956 com o voo inaugural do Lufthansa Super Constellation, em uma viagem que partiu de Hamburgo seguindo por Düsseldorf, Frankfurt, Dakar, Rio de Janeiro e, finalmente, São Paulo.

“Há 63 anos, a Lufthansa vem servindo o Brasil e seus clientes brasileiros, consolidando-se como uma das companhias aéreas favoritas para todos os tipos de viajantes”, disse Tom Maes, Diretor Sênior de Vendas para o Lufthansa Group na América do Sul. “Hoje oferecemos 26 voos semanais partindo de duas cidades brasileiras com destino à Frankfurt, Munique e Zurique - o que torna a companhia a melhor opção para partidas de São Paulo, com o maior número de assentos premium no mercado”.

Além dos 17 voos oferecidos semanalmente partindo de São Paulo (voos diários para Frankfurt e Zurique e as 3 novas frequências para Munique), o grupo também oferece voos partindo Rio de Janeiro, operados tanto pela Lufthansa quanto pela Edelweiss, empresa do Lufthansa Group.

Munique – Terminal 2

Desde sua inauguração em 2003, o Terminal 2 do Aeroporto de Munique - a casa do Lufthansa Group e suas companhias aéreas parceiras - inovou ao oferecer um patamar diferenciado de serviços premium para passageiros, além de ser o primeiro terminal operado em conjunto por um aeroporto e uma companhia aérea (FMG – Aeroporto de Munique 60% e Lufthansa 40%).

“Nosso hub em Munique oferece serviços de alta qualidade, infraestrutura de primeira classe e uma rede de rotas abrangente e eficiente, adaptada às necessidades de nossos clientes”, detalha Binkert. Com um eficiente sistema de controle operacional, o hub de Munique garante centenas de conexões para cidades da Europa, Oriente Médio, África e Ásia.

Este hub é conhecido como o terminal 10 estrelas em função de a Lufthansa ser a única companhia europeia 5 estrelas, de acordo com a Skytrax, e o Aeroporto de Munique possuir ranqueamento similar, transformando a experiência do hub em 10 estrelas.

“Nossos clientes amam o hub de Munique. Com serviços premium e o charme bávaro, nossos funcionários em solo e no ar fazem a diferença todos os dias”, Binkert adiciona.

A350-900 da Lufthansa

Pela primeira vez, a Lufthansa está operando sua mais nova aeronave no Brasil. O A350-900 é a aeronave mais moderna e sustentável para viagens de longa distância do mundo. Desta maneira, São Paulo passa a fazer parte de uma exclusiva lista de cidades nas Américas em que a Lufthansa conecta Munique com a mais moderna aeronave de sua frota, juntamente com Boston, Denver, Chicago - O’Hare, Newark, Toronto, Vancouver e Montreal.

Líder em eficiência, seu consumo de querosene é em média 2,9 litros por passageiro a cada 100 quilômetros de voo, 25% a menos que outros tipos de aeronaves comparáveis. Como resultado, o A350-900 produz um quarto a menos de gases de efeito estufa. Os motores Rolls-Royce XWB estão entre os mais eficientes para aeronaves de passageiros de longa distância atualmente em operação. Juntamente com a economia de peso, eles resultam em uma redução de ruído de 50%. Ao mesmo tempo, uma frota moderna também traz aumento significativo no conforto dos passageiros.

A cabine do A350-900 recebeu vários prêmios: a Economy Class ganhou o German Design Awardem 2018, enquanto o sistema de iluminação foi premiado no “DeutscherLichtdesign-Preis”. Com a introdução do Lufthansa A350-900, é possível, pela primeira vez, diminuir os efeitos do jetlag com a luz certa no momento certo. Outra característica exclusiva do A350-900 é seu projeto estrutural especial que permite que o nível de pressão da cabine permaneça confortável durante todo o trajeto, garantindo que os passageiros cheguem ao seu destino mais descansados.

O A350-900 da Lufthansa acomoda 293 passageiros com 48 assentos na Business Class, 21 na Premium Economy e 224 na Economy Class.

Na Business Class, ainda é possível aproveitar uma área de self-service com lanches e bebidas disponíveis ao longo do voo. Já os passageiros da Premium Economy podem despachar duas bagagens sem custos adicionais, cada uma com o peso permitido de até 23kg. A cabine da Economy Class- concebida pela empresa de design Pearson Lloyd e premiada com o German Design Award 2018 pelo the German Design Council - é decorada com vários tons de azul e conta com assentos ergonômicos, disponibilizando mais espaço aos passageiros e para suas bagagens.