Quero Passagem

sábado, 30 de abril de 2016

PostHeaderIcon Jaguar XE celebra seu primeiro ano com marco histórico de reciclagem

Ao comemorar o primeiro ano completo de vendas do Jaguar XE, o projeto pioneiro de alumínio reciclado "REALCAR” contribui para o avanço do uso intensivo de alumínio na carroceria do sedã alcançasse um marco significativo. A Jaguar Land Rover recuperou mais de 50 mil toneladas de sucata de alumínio, o peso de 200 mil carrocerias do Jaguar XE, de volta para o processo de produção durante 2015/16, evitando que o equivalente a mais de 500 mil toneladas de CO2 entrasse na atmosfera por não utilizar material de alumínio primário. Os números são resultados do projeto “REALCAR", que envolve 11 oficinas de prensagem do Reino Unido dentro de um circuito fechado. O processo segrega resíduos de sucata de alumínio e ser enviado de volta à produção, para, desta forma, ser derretido em folha de alumínio reciclado e usado nos veículos da Jaguar Land Rover. O projeto de pesquisa liderado pela Jaguar Land Rover, com parte financiada pelo Innovate Reino Unido, também viu o desenvolvimento de uma liga à base de alumínio reciclado, que pode aceitar uma percentagem mais elevada da sucata recuperada. Em 2014, o Jaguar XE tornou-se o primeiro carro do mundo a utilizar esta liga de alumínio de alta resistência inovadora, desenvolvida pelo parceiro do projeto Novelis. Mais de £7 milhões foram investidos nas máquinas de prensagem das próprias unidades de manufatura de Halewood da Jaguar Land Rover, além de Castle Bromwich e Solihull, com a instalação de sistemas de segregação para capturar e distribuir a sucata de alumínio para o re-derretimento, reduzindo resíduos, mantendo maior qualidade e valor no material. A recuperação do alumínio oferece enormes benefícios de sustentabilidade, pois a sua reciclagem requer até 95% menos energia do que a produção de alumínio primário. Nick Rogers, diretor do grupo de engenharia, disse: "A inovação está no núcleo de tudo o que fazemos na Jaguar Land Rover. Somos movidos pelo desejo de produzir cada vez mais, ser cada vez mais leves e com excelência de nível mundial, mas também queremos ser líderes na forma como construímos carros. Projetos inovadores como a REALCAR demonstram o nosso empenho em enfrentar de frente os desafios da sustentabilidade. O seu sucesso até hoje representa um passo importante no sentido de atingir o nosso objetivo de usar até 75% de alumínio reciclado nas carrocerias dos nossos veículos até 2020.” O alumínio reciclado da classe estrutural foi, desde então, testado e introduzido nas carrocerias de alumínio de baixo peso dos novos modelos Jaguar XF e F-PACE. O projeto REALCAR faz parte da estratégia de economia circular da Jaguar Land Rover para melhorar a eficiência dos recursos em toda a empresa.

PostHeaderIcon Delta encomenda novas aeronaves A321

A Delta Air Lines chegou a um acordo com a Airbus para adquirir 37 aeronaves A321 como parte de seus esforços para renovar sua frota de fuselagem estreita. Os econômicos A321 irão substituir jatos mais antigos, incluindo os MD-88. “A série de aeronaves Airbus A320 continua a ser econômica, confiável e preferida dos clientes, o alicerce da nossa frota de aeronaves de fuselagem estreita”, disse Ed Bastian, próximo CEO da Delta. “A encomenda dos A321 é uma jogada oportuna que nos permite produzir sólidos retornos e acelerar economicamente a aposentadoria das 116 aeronaves MD-88 da Delta em uma forma eficiente de capital”. Os Airbus A321 adicionais, que estão sendo adquiridos próximos ao fim do ciclo de produção do modelo, aumentam a frota de A321 da Delta para 82 e é consistente com o plano de frota doméstica anunciado anteriormente pela companhia aérea. A Delta está focada em remodelar sua frota de fuselagem estreita com aeronaves mais orientadas ao cliente, que oferecem menores custos operacionais e mais economia de combustível. As 37 aeronaves serão entregues simultaneamente com as encomendas já realizadas de A321 até o ano de 2019. Estas transações são parte da estratégia da Delta de atualizar sua frota, permitindo que a empresa alcance seus objetivos financeiros de longo prazo, incluindo 15% de crescimento do lucro líquido por ação e geração de US$ 4 bilhões a US$ 5 bilhões em fluxo de caixa livre anualmente, enquanto substitui 20% de sua frota de aeronaves de fuselagem estreita de linha principal ao longo dos próximos cinco anos. As aeronaves A321 da Delta apresentarão um novo interior com elementos de cabine incluindo alta capacidade nos compartimentos superiores de bagagens, o mais recente entretenimento de bordo, iluminação ambiente com LED, tomadas de eletricidade padrões de 110 volts disponíveis em todas as fileiras, assim como Wi-Fi de bordo e Delta Studio. Os A321 também irão apresentar Sharklets, dispositivos instalados nas pontas das asas, que reduzirão até 4% do consumo de combustível. As aeronaves Airbus 321 adicionais irão se juntar aos 126 A320 – apresentando motores CFM56 – que já estão operando na frota da Delta. A companhia aérea recebeu o seu primeiro A321 em março e o voo inaugural está previsto para decolar no dia 2 de maio, segunda-feira, entre Atlanta e Orlando, na Florida. "A Delta é uma empresa líder em muitos aspectos e está contribuindo para a tendência de aeronaves maiores e mais econômicas para sua frota de jatos com um único corredor", disse John Leahy, diretor operacional de clientes da Airbus. "A série A320 continua sendo o pilar de cada companhia aérea do mundo que está prestando atenção ao que seus passageiros querem e ao que seus contadores precisam. Em 2015, quase 40% das nossas entregas da série A320 foram A321, número aproximadamente 10% maior do que no ano anterior. Nossos clientes, como a Delta, sabem onde encontrar o melhor conforto, economia e confiabilidade."

PostHeaderIcon Frateschi Trens Elétricos comemora Dia do Ferroviário

A Frateschi Trens Elétricos, única fabricante de trens em miniatura do Brasil, formada por uma equipe apaixonada pelo que faz, parabeniza todos os ferroviários pelo seu dia. Os trabalhadores das linhas férreas comemoram, no dia 30 de abril, a inauguração da primeira estrada de ferro do Brasil, há 162 anos. A data carrega muitas histórias, pois no dia 30 de abril de 1854, com a abertura da primeira linha ferroviária do país, a Estrada de Ferro de Petrópolis, composta por cerca de 14 quilômetros de trilhos que ligava o Rio de Janeiro a Raiz da Serra, teve, na primeira viagem realizada, a presença do imperador Pedro II e da imperatriz Tereza Cristina. As estradas de ferro sempre foram importantes e um dos principais meios de transporte para cargas e passageiros em décadas anteriores, representando grande desenvolvimento para o país. Grande parte da memória nacional viajou pelos trilhos, movida pelas locomotivas. O estímulo para a criação das primeiras ferrovias no Brasil veio dos capitais privados, nacionais e estrangeiros com apoio intenso dos ingleses, visando um sistema capacitado para levar de forma segura e econômica, aos centros urbanos e portos, em pleno crescimento na época, toda a produção agrícola e de minério vinda do interior brasileiro. A expansão ferroviária recebeu também incentivo do governo brasileiro, que iniciou investimentos e estimulou empreendimentos em busca da integração de todo o território nacional, por meio das linhas férreas, renunciando as companhias privadas que estavam falidas, impedindo o desfalecimento da economia de regiões que dependiam desse meio de transporte. Atualmente o Brasil possui uma rede ferroviária com cerca de 30 mil quilômetros de extensão, abrangendo 22 estados e o Distrito Federal. Para comemorar esse dia, a Frateschi Trens Elétricos, que tem como propósito valorizar a memória ferroviária mediante a prática do ferreomodelismo presta sua homenagem a todos os ferroviários que representam o amor pela profissão todos os dias. “A data nunca deve ser esquecida. O Brasil tem de reconhecer a importância desse trabalhador que transporta crescimento e alavanca a nossa economia todos os dias”, afirma Lucas Frateschi, diretor executivo da Frateschi Trens Elétricos.

A convivência com a família de ferroviários e outras pessoas que trabalhavam na área, além de acompanhar de perto a movimentação de uma oficina que fazia a manutenção das locomotivas, fez a paixão pelo ofício do maquinista Stênio de Andrade Gimenez, de 40 anos, crescer. “Andei muitas vezes de trem, desde pequeno, pois costumava fazer longas viagens com meu pai, e quando adolescente, viajava sozinho pelo estado de São Paulo fazendo uso do Passe Livre pois tinha direito por ser filho de ferroviário”, conta. Operando locomotivas desde os 15 anos e dono de uma coleção composta por 38 máquinas e 100 vagões, Gimenez comenta que o interesse pelo ferreomodelismo surgiu há muito tempo. “Ganhei meu primeiro trem elétrico da Frateschi no Natal de 1984, uma locomotiva, vagões, manuais e catálogos, que guardo com carinho e orgulho até os dias de hoje. Conviver entre ferroviários contribuiu para que eu praticasse o hobby de modo disciplinado e condizente com a realidade, pois sempre que tinha alguma dúvida, recorria a eles”, diz. Aos 11 anos, Gimenez conheceu a fábrica da Frateschi Trens Elétricos junto com seu pai, tendo sua miniatura da época, uma G12, que já estava gasta pelo uso, reformada e limpa. “Graças a paixão pela ferrovia e o ferreomodelismo conheci pessoas e lugares incríveis. É um hobby saudável, familiar e que nos desafia com habilidades que vão muito além da operação de trens”. Ao ser questionado de como será o seu Dia do Ferroviário, Gimenez diz que em muitos lugares a ferrovia representa um passado distante e em sua cidade que fica no interior de São Paulo, Sorocaba, não é diferente. “Me considero acima de tudo um ferroviário pois tenho orgulho do que faço, porém, lamentavelmente, sou exceção”, conclui. Na foto, maquete de Gimenez.

Há 49 anos a Frateschi Trens Elétricos de Ribeirão Preto (SP) se dedica à fabricação de trens elétricos em miniaturas e réplicas de composições reais. A indústria tem o objetivo de preservar a memória ferroviária por meio da prática do ferreomodelismo e também promover a história e a cultura que envolvem as ferrovias de todo o país.

PostHeaderIcon Parceria do Hotel Le Renard com empresa de clima faz com que visitantes de Campos do Jordão confira o tempo ao vivo

Antes de fazer as malas e pegar estrada é sempre bom conferir a previsão do tempo para não ser pego de surpresa. Agora, em Campos do Jordão, depois de uma parceria do Hotel Le Renard com a empresa Clima Ao Vivo, a checagem pode ser feita ao vivo, ou seja, o céu e o verde de Campos serão captados 24h por dia e transmitido através do link http://www.climaaovivo.com.br/sp/campos-do-jordao. Para Fernando Oliveira, gerente geral do Le Renard, a parceria faz parte da política do hotel que se esforça para oferecer, não só para os hóspedes, mas para todos que visitam a cidade, uma ótima experiência. “É um prazer poder oferecer mais uma mordomia para os visitantes. Mais do que saber se faz sol ou se chove, se está muito frio ou não, é uma oportunidade de verificar como está o tempo na cidade. Estamos felizes em poder fazer parte disso”. Para o CEO da Clima Ao Vivo, Denilson Rocha, “a parceria com o Le Renard vai proporcionar, para os mais de 2 milhões de visitantes que a cidade recebe por ano, não só o acesso às imagens ao vivo, mas também a oportunidade de ver vídeos produzidos exclusivamente para cada evento climático”. E as temperaturas já começaram a cair, anunciando o começo da alta temporada na cidade.

Construído em estilo normando, o Le Renard tem cinco categorias de hospedagem, desde o apartamento classic, até duas suítes presidenciais. Todos com o máximo de conforto. Em todos apartamentos e suítes, os hóspedes desfrutam de cama super Queen, TV LCD de 32 polegadas e DVD, piso aquecido nos banheiros, aquecedor de toalhas, frigobar, cofre e varanda em algumas unidades. Algumas suítes contam com lareira. Os mimos em todos os apartamentos incluem ainda edredons tipo duvet e lençóis de 300 e 400 fios egípcios, roupões e chinelos personalizados e amenities da marca francesa L’Occitane. Na parte de lazer, o hotel oferece piscina aquecida, sauna seca e a vapor, academia, loja de conveniências, restaurante, sala de tv e wi-fi. O Hotel Le Renard foi eleito um dos 25 melhores hotéis do Brasil em pesquisa desenvolvida pelo TripAdvisor, o 2016 Travellers’ Choice.

PostHeaderIcon Turkish Airlines promove Roadshow no Brasil para recrutamento de novos pilotos

A Turkish Airlines irá realizar um Roadshow para selecionar pilotos brasileiros interessados em fazer parte da companhia que segue em constante crescimento. As vagas oferecidas são para comandantes e copilotos, instrutor de simulador de voo e instrutor de voo. O evento acontecerá no Hotel Hilton Morumbi e terá duração de dois dias com avaliações como análise do CRM (curso de segurança de voo) dos pilotos, teste de inglês da ICAO (Organização da Aviação Civil Internacional), teste em simulador, além de entrevista e avaliação de documentos.

Serviço:
Roadshow Turkish Airlines em São Paulo
Data: 05 e 06 de maio
Horário: Sessão da manhã: 10h / Sessão da tarde: 14h
Local: Hotel Hilton São Paulo Morumbi
Endereço: Avenida das Nações Unidas, 12.901 – Torre Leste – São Paulo
Para participar basta comparecer ao local do evento em um dos dias e horários mencionados.

PostHeaderIcon Azul terá terceiro voo sem escalas entre São Paulo (Campinas) e Recife

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras lançará o terceiro voo diário e sem escalas entre São Paulo (Campinas) e Recife. A novidade entra em vigor em 17 de junho e já conta com aprovação da ANAC. A operação adicional partirá do destino paulista no fim da noite e fará o trecho inverso no início da madrugada. “Ampliaremos nossa presença nessa rota muito importante para a companhia. A Azul fez grandes investimentos no Recife, tornando o aeroporto pernambucano uma referência no Nordeste e tem em Viracopos seu principal hub. Assim, conectaremos ainda mais o Brasil de Norte a Sul em uma nova faixa de horário, que atenderá a diversas demandas”, afirma Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul. Com os recentes investimentos da Azul no Recife, os Clientes que partem de São Paulo (Campinas) contarão, por exemplo, com ligações para todas as demais capitais nordestinas e interior. Outros destinos que já eram atendidos pela companhia a partir da capital pernambucana também estão disponíveis, como Fernando de Noronha. O novo voo será operado pelos jatos Embraer 195, com 118 lugares e equipado com TV SKY ao vivo, mais de 40 canais com programação ao vivo em telas individuais. Ainda, a Azul estreará o segundo voo diário entre Recife e João Pessoa em 13 de junho. A novidade ampliará a oferta de assentos na rota – a operação será com ATR 72-600, de 70 assentos.

PostHeaderIcon Audi abre sua primeira concessionária no Vale do Paraíba

A Audi inaugura mais uma concessionária no Sudeste. A Audi Center São José dos Campos é a primeira revenda da marca no Vale do Paraíba e está localizada em um terreno de 1.500 metros quadrados. A área conta, além de atendimento de pós-vendas, com diversos modelos em exposição, entre eles o novo A4, principal lançamento da montadora em 2016. O carro foi apresentado durante a festa de inauguração, no dia 28 de abril, aos consumidores da região. Para o país, a Audi traz inicialmente a série limitada Launch Edition, oferecida com um pacote especial de equipamentos e muita tecnologia embarcada. Além do A4, a loja em São José dos Campos oferece todo o portfólio da marca e a linha completa de acessórios. “A região sudeste é muito importante no planejamento para crescimento sustentável e de longo prazo da Audi no país. Com esta revenda no Vale do Paraíba, estamos agora em todos os pontos estratégicos para os negócios da marca”, avalia Jörg Hofmann, presidente e CEO da Audi do Brasil. A Audi Center São José dos Campos pertence ao Grupo Faberge, que atua na região há 15 anos. A concessionária oferece aos visitantes uma experiência premium completa, desde o atendimento por vendedores treinados até o atendimento pós-vendas, que segue o padrão de qualidade internacional da Audi. “A Audi é uma marca de luxo muito bem posicionada no segmento, com carros de alta tecnologia, esportividade e qualidade. Queremos trazer essa experiência aos consumidores da região”, finaliza Roberto Faberge, diretor do Grupo.