segunda-feira, 1 de março de 2021

Renault anuncia investimentos de R$ 1,1 bilhão para renovação da gama atual de produtos no Brasil

A Renault do Brasil anuncia investimentos de R$ 1,1 bilhão no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, voltados para a renovação de veículos da gama atual e um motor turbo. Serão cinco novidades até a metade de 2022. O anúncio foi feito em Curitiba, no Palácio do Governo, com a presença do governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, e do presidente da Renault do Brasil, Ricardo Gondo. Também serão lançados dois veículos elétricos no mesmo período.

“Mesmo num cenário de muitos desafios, fico feliz em poder anunciar que seguimos investindo na atualização dos nossos produtos no Brasil”, destaca Ricardo Gondo.

Para a Renault o ano de 2020 foi marcado pelos impactos da pandemia, mas trouxe também algumas boas notícias. Em março, o Duster foi completamente renovado, com importantes evoluções no interior e exterior do veículo. A Renault conquistou 19 reconhecimentos por parte do mercado, como por exemplo, o Fórum Econômico Mundial reconheceu o Complexo Ayrton Senna (CAS) pelas inovações relativas à indústria 4.0. O CAS é a primeira planta industrial da América Latina a receber este reconhecimento. Além disso, a montadora também recebeu diversos prêmios de produto e pós-venda.

Outro importante acontecimento foi a aprovação do acordo coletivo com o Sindicato dos Metalúrgicos da grande Curitiba (SMC) e os colaboradores, o que trouxe previsibilidade e flexibilidade, fundamentais para a aprovação deste ciclo de investimentos. O acordo tem duração de quatro anos (2020-2024).

“O mercado brasileiro continua sendo estratégico para o Grupo Renault. A aprovação de um novo ciclo de investimentos para futuros projetos depende da melhoria da competitividade. Fatores como a complexidade e alta carga tributária, os altos custos logísticos e de fabricação comprometem a competitividade para fabricar no país”, afirma Luiz Fernando Pedrucci, SVP para a América Latina.

A Renault do Brasil tem uma gama completa no país. Mantiveram sua liderança nos respectivos segmentos: Kwid, há três anos consecutivos, e Master há sete anos consecutivos. Complementam essa gama de sucesso Sandero, Logan, Stepway, que foram renovados em 2019, Duster completamente renovado em 2020, além do Captur e da Oroch.

A montadora é líder na venda de veículos 100% elétricos no Brasil. Desde 2013 a Renault comercializa veículos elétricos para empresas e projetos de mobilidade com os modelos: Zoe, Twizy e Kangoo Z.E. São cerca de 20 clientes e parceiros nesses projetos, como Beep Beep, administração da ilha de Fernando de Noronha, Porto Seguro, CPFL e Itaipu, entre outros. Além disso, o Zoe é comercializado ao cliente final desde 2018. Ao todo já são mais de 300 veículos elétricos Renault em circulação no país.

A marca segue com a aplicação do plano estratégico mundial Renaulution, que prevê a mudança da estratégia do Grupo Renault de volumes para valor.

Renault do Brasil

Produzindo no Brasil há mais de 22 anos, a Renault conta com cerca de 6.400 colaboradores diretos e gera aproximadamente 25 mil empregos indiretos. A Renault está localizada em São José dos Pinhais (PR), onde fica o Complexo Ayrton Senna, que reúne as quatro fábricas da marca no Brasil: a de automóveis (CVP), a de comerciais leves (CVU), a de motores (CMO), além da fábrica de injeção de alumínio (CIA). O Complexo Ayrton Senna está localizado em um espaço de 2,5 milhões de m², sendo que 60% dessa área são de mata preservada.

O Complexo Ayrton Senna também conta com cerca de 800 engenheiros. Instalado em 2007, o centro de tecnologia Renault Tecnologia Américas (RTA) tem o objetivo de desenvolver produtos voltados às necessidades e ao perfil do consumidor latino-americano. No país, a Renault também conta com o Renault Design Center São Paulo, o único estúdio de design da marca no continente americano.

Rede Windsor Hoteis abre série de comemorações dos seus 35 anos no aniversário do Rio de Janeiro

A Rede Windsor Hoteis comemora 35 anos só em dezembro de 2021, mas as celebrações já começam no dia 01 de março, em homenagem ao aniversário do Rio de Janeiro, sua cidade de origem. Entre as ações que acontecerão ao longo do ano estão lançamento de identidade visual comemorativa, exposição itinerante de fotos históricas nas unidades do Rio de Janeiro e Brasília além da parceria no calendário de atividades dos 90 anos do Cristo Redentor.

No dia 1 de março, as celebrações comemorativas da Rede se misturam às dos 90 anos do monumento mais famoso do Brasil. O gerente de marketing do Windsor, Vitor Almeida, representará a empresa no evento, responsável pelo pontapé inicial numa série de homenagens ao Cristo Redentor. Entre as demais atividades do projeto, um livro, patrocinado pelo Windsor, que retratará espaços marcantes da arquitetura carioca, passando pelos traços de igrejas e culminando na estátua-ícone da cidade.


Em comemoração ao aniversário da cidade, a Rede Windsor fará uma surpresa especial para os hóspedes, no período de 1 a 4 de março. A ação promocional Flash Windsor, que já vem acontecendo e a cada semana dá desconto de 40% em uma unidade da Rede, será estendida a todos os hotéis do Rio simultaneamente, com exceção do Windsor Barra e do Windsor Oceanico. Para acessar o desconto, basta digitar o código FASHWINDSOR no site www.windsorhoteis.com.

A partir deste mês também, a Rede passa a adotar uma identidade visual comemorativa. A nova identidade traz imagens emblemáticas de pontos turísticos do Rio de Janeiro e de Brasília, que são as duas cidades onde estão localizados os 16 hotéis da Rede, formando os algarismos 3 e 5. Entre os símbolos cariocas estão o próprio Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, os Arcos da Lapa e a Praia de Copacabana. Já da capital federal, a Ponte JK, a Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida e a Praça dos Três Poderes. Para completar, a ilustração ainda traz o slogan "Windsor Hoteis - 35 anos fazendo parte da sua história", os elementos gráficos somados ao slogan comunicam que a trajetória da Rede, é constituída dos destinos onde está presente, seus colaboradores e clientes que constroem juntos os 35 anos de sucesso da marca.

Outra ação prevista para comemorar a data é uma exposição com fotografias de marcos na história da Rede nas duas cidades. A mostra percorrerá todos os hotéis e estará disponível para visitação a hóspedes e funcionários da empresa.

"A história da Rede Windsor foi escrita a muitas mãos: funcionários, hóspedes, clientes e moradores do Rio e de Brasília. É justo que a comemoração seja estendida a todos que queiram participar", diz Vitor Almeida, gerente de marketing da Rede, que terá ainda campanhas promocionais para clientes, homenagens a funcionários e ações nas redes sociais.

Há 35 anos, um grupo de empresários, provenientes de outros setores, como a gastronomia, se reuniu para comprar um hotel com grande potencial de crescimento. Foram liderados por José Oreiro, espanhol que veio ao Brasil com 18 anos para trabalhar em restaurantes. Ele convenceu os sócios de que o prédio antigo no Centro do Rio de Janeiro, na esquina da Avenida Rio Branco e Avenida Presidente Vargas, um dos trechos mais movimentados da vida carioca, tinha condições ideais para hospedar executivos em viagens de negócios.

Em dezembro de 1986, foi inaugurado, então, bem ao lado da Igreja de Nossa Senhora da Candelária, o Windsor Guanabara, primeiro hotel do grupo. De lá para cá, a história da Rede Windsor Hoteis foi constantemente marcada pelo empreendedorismo e a confiança no potencial turístico do Brasil, especialmente do Rio de Janeiro, onde estão 14 dos seus 16 hotéis.

O tempo mostrou que Oreiro estava certo em sua avaliação. Hoje, além dos hotéis, a Rede tem o Centro de Convenções & Hotéis Windsor (CC&HW) que, ainda neste ano, ganha mais uma novidade, a inauguração do Windsor Tower, o último hotel a integrar o projeto que conta também com as unidades Windsor Barra e Windsor Oceanico. Assim, o maior centro integrado de hotéis e eventos da capital fluminense ampliará a capacidade de hospedagem de 785 apartamentos para 1.085 na Barra da Tijuca.

Sobre a Rede Windsor Hoteis

Completando 35 anos em 2021, a Rede Windsor possui 16 hotéis de três a cinco estrelas. Dona de um dos maiores grupos hoteleiros independentes do país, tem 14 unidades no Rio de Janeiro – entre Zona Sul, Barra da Tijuca e Centro – além de duas unidades em Brasília.

A Rede carioca conta ainda com o Centro de Convenções & Hotéis Windsor, o maior centro integrado de hotéis e eventos da capital fluminense, onde estão o Windsor Barra, Windsor Oceanico, além do Centro de Convenções. O espaço tem 24 mil metros quadrados, 100 salões multiúso, a maior plenária comporta até 2.500 pessoas, com capacidade de atender a um público flutuante de até sete mil pessoas. Como reconhecimento por excelência em prestação de serviços de hospedagem, gastronomia e eventos, figura em premiações nacionais e internacionais.

Neste momento, a Rede Windsor possui unidades funcionando normalmente com rigoroso padrão de higienização, seguindo as orientações de uma consultoria técnica sanitária profissional. A empresa também tem investido em treinamentos e readequação dos seus serviços. Tudo isso para continuar oferecendo um atendimento de excelência e qualidade a todos os seus hóspedes.

LATAM anuncia conversão de até oito Boeing 767-300 em cargueiros

O Grupo LATAM anuncia um importante plano de crescimento de três anos que inclui a conversão de até oito aeronaves Boeing 767-300ER, aumentando a sua capacidade cargueira em quase 80%. O plano busca expandir as opções de serviços e aproveitar as sinergias de uma frota homogênea de aeronaves cargueiras.

O crescimento gradual acontecerá em duas fases. Na primeira fase, já confirmada com a Boeing, serão convertidas quatro aeronaves entre 2021 e 2022. Com o Boeing 767-300BCF (Boeing Converted Freighter), o Grupo LATAM Cargo terá 15 aeronaves cargueiras. Na segunda fase, a Boeing vai converter mais quatro aeronaves entre 2022 e 2023, fazendo com que o Grupo LATAM Cargo totalize 19 aeronaves cargueiras Boeing 767-300ER.

“Apesar da profunda crise imposta pela pandemia ao setor aéreo, o grupo mantém o seu compromisso de apoiar os exportadores e importadores da América do Sul com mais e melhores opções para levar os seus produtos ao destino. É por isso que temos acelerado o plano de crescimento com a conversão de até 8 Boeing 767-300ER nos próximos 30 meses. Este investimento, somado às eficiências significativas alcançadas no Capítulo 11, fortalece a nossa aspiração de ser a melhor opção para os clientes de carga”, afirma Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines.

Andrés Bianchi, CEO da LATAM Cargo, também destaca as vantagens de uma frota homogênea de Boeing 767-300. “A combinação de nossas operações em aeronaves de passageiros com 15 a 19 aeronaves cargueiras Boeing 767-300ER fortalece a proposta de valor do grupo para seus clientes de cargas. As novas conversões permitirão às filiais do grupo expandirem sua rede em mercados-chave como das exportações de flores da Colômbia ou as importações no Brasil, além de mercados domésticos onde o crescimento do e-commerce gera maiores volumes de carga aérea. Crescer com o 767-300BCF é uma vantagem significativa, pois é a aeronave ideal para diferentes tipos de operação e utilizar o mesmo modelo gera eficiência relevante”.

Saab no Brasil entrega primeiro par de freios aerodinâmicos para o Gripen

A fábrica de aeroestruturas da Saab no Brasil concluiu a produção do primeiro par de freios aerodinâmicos do Gripen E. A peça será enviada para Linköping, na Suécia, no início de abril, conforme o cronograma de produção da empresa.

"Este é um grande marco, que representa também um aquecimento para o início da produção de pacotes de trabalho mais complexos, como a fuselagem traseira. Esta entrega comprova que nosso processo está maduro e mostra para o Governo Brasileiro e a Força Aérea Brasileira que estamos prontos para os próximos passos", ressaltou Alexandre Barbosa, gerente de Engenharia na fábrica brasileira da Saab.


Feito a partir da união de peças de ligas de alumínio e fibra de carbono, a produção deste par de freios aerodinâmicos começou em outubro de 2020. No total, serão produzidos 72 unidades, dos quais 36 vão ser utilizados no Gripen E/F adquiridos pela Força Aérea Brasileira.

Não é coincidência que os dois primeiros pacotes de trabalho tenham sido os freios aerodinâmicos e o cone de cauda, entregue em dezembro de 2020, uma vez que estas são partes menos complexas comparadas com os próximos pacotes que a Saab irá produzir no Brasil, permitindo a consolidação do processo de produção com um todo.

"Consolidar o processo no início faz com que economizemos tempo na implementação da produção dos demais pacotes de trabalho, como a fuselagem traseira e dianteira e o caixão das asas, porque já teremos implementado o fluxo em operações menos complexas", explicou Ola Rosén, diretor de Operações da fábrica.

Única fábrica dos aeroestruturas do Gripen fora da Suécia, todo processo é monitorado de perto pela Saab, em Linköping, para dar suporte para os profissionais daqui. Ao mesmo tempo, a análise de riscos realizadas pelos engenheiros brasileiros contribuem para melhorias e novas formas de trabalho não só na fábrica brasileira, como também na sueca

Vinícola Góes investe e se planeja para crescimento expressivo de produção e vendas em 2021


Durante um ano instável como o de 2020, devido à pandemia da Covid-19, e a situação econômica do país, poucos setores industriais puderam comemorar o crescimento e a expansão dos negócios.

Contrariando as expectativas iniciais, o saldo do setor de vinhos foi bastante positivo no ano passado. O consumo médio de vinho no Brasil teve um salto histórico e aumentou mais de 20%, de acordo com a Ideal Consulting, assessoria especializada no mercado de bebidas.

Com mais 83 anos de existência e constante progresso, uma das maiores e mais tradicionais vinícolas paulistas, a Vinícola Góes, de São Roque (SP), se prepara para um 2021 ainda mais favorável que o ano anterior, com investimentos em pesquisa e estrutura operacional.

A empresa direcionou mais de R$ 4 milhões para melhorias nos processos de pesquisa de uvas para produção de vinhos, sucos e espumantes e em todo sistema fabril, investindo em novos equipamentos, para constante modernização das linhas de envase de garrafas de vidro.

No entanto, a aposta mais inovadora e expressiva da empresa, foi a aquisição de uma nova e completa linha para envase de latas, com capacidade para produção de cerca de quatro mil latas por hora. Ela conta não só com os recursos tradicionais para envase, recravação e empacotamento de latas, mas também com equipamentos para pasteurização, nitrogenação e aplicação de sleeves, o que permite uma grande flexibilidade para a produção de vinhos em lata, coolers, sucos e outras famílias de produtos.

O vinho em lata é uma tendência já consolidada nos Estados Unidos e na Europa, e que chega com tudo ao Brasil. “A lata traz ao consumidor atributos como conveniência, novas ocasiões de consumo, sustentabilidade, além de permitir o consumo em porções menores. Com esse produto queremos atingir novos consumidores, com uma linguagem mais moderna, simples, descontraída e mais acessível, mas sem perder a qualidade de um bom vinho” explica Luciano Lopreto, diretor comercial da Vinícola Góes.

Outra novidade com grande potencial para alavancar os negócios da vinícola é a terceirização de produtos e serviços. Uma série de novos projetos com novos parceiros vêm sendo discutidos neste início de 2021. “Nosso foco sempre estará na produção e venda de vinhos da nossa marca, mas a terceirização é uma grande oportunidade para também mostrar ao mercado nossa eficiência, qualidade e cuidado com o que fazemos, além de, é claro, otimizar a utilização dos nossos recursos e ativos. Linha produtiva parada é igual avião no solo, nós queremos o avião voando, atendendo nossas demandas e sendo uma excelente alternativa produtiva para parceiros”, declara Lopreto.

A modernização de alguns rótulos dos vinhos em garrafas e os lançamentos de novos produtos, inclusive de novas variedade de uvas que estão sendo cultivadas pela Góes em solo paulista, também fazem parte dos planos da empresa para 2021.

“Como o segmento de bebidas em lata é uma tendência, podem surgir outras bebidas inovadoras ligadas ao vinho. Estamos sempre atentos às novas demandas do mercado, mantendo como prioridade a garantia da qualidade dos nossos produtos, o que requer estudo, pesquisa, investimentos em máquinas de última geração, funcionários capacitados e muito foco no cliente” encerra Luciano Lopreto.

Sobre a Vinícola Góes

A Vitivinícola Góes é uma empresa 100% brasileira que produz uvas, vinhos e outras bebidas. Localizada no interior do Estado de São Paulo, no Roteiro do Vinho da cidade de São Roque/SP, se destaca por suas modernas instalações, tanto no campo quanto na indústria. Além de uma equipe altamente capacitada, sempre de olho no futuro, a empresa investe em tecnologia, prezando pela qualidade dos vinhos e a preservação de suas raízes. Preferida por muitos consumidores, a marca Góes é atualmente uma das líderes de mercado no varejo (de acordo com a Nielsen) e Top of Mind (registrado pela Revista Supermercado Moderno) no estado de São Paulo. Possui também uma robusta infraestrutura turística, com lojas, espaço de eventos, visitas orientadas, passeios aos vinhedos, restaurante, cafeteria e atividades de lazer, que fazem de seu espaço de Enoturismo um dos mais visitados do país e mais bem avaliados por seus visitantes, de acordo com o TripAdvisor.

United Airlines nomeia Laysha Ward para o Conselho de Administração

A United Airlines Holdings, Inc. anunciou que Laysha Ward está ingressando em seu Conselho de Administração. Ward, atualmente vice-presidente executivo e diretor de engajamento externo da Target Corporation, traz um currículo impressionante com mais de três décadas de experiência em liderança corporativa para o conselho da UAL.

"Laysha e suas credenciais são a adição certa ao nosso já forte conselho de diretores em um momento crucial para nossa empresa", disse o CEO da United, Scott Kirby. "A United se beneficiará da visão de Laysha sobre uma ampla gama de tópicos que serão essenciais para o nosso sucesso à medida que nos recuperamos do impacto do COVID-19, incluindo sua experiência nas áreas de comunidade e engajamento de partes interessadas, responsabilidade corporativa e diversidade, equidade e inclusão."

"Quando começamos a busca por um novo membro do conselho, estávamos focados em encontrar um líder com forte perspicácia empresarial e uma perspectiva única que ajudasse a United a capitalizar nossos pontos fortes à medida que emergíamos da crise do COVID-19", disse Oscar Munoz , Presidente Executivo da United Airlines. "Estou ansioso para que Laysha comece porque sei que ela agregará valor imediatamente à medida que avaliamos as oportunidades estratégicas para a United Airlines e seu futuro incrivelmente brilhante."

"Em um momento crucial para a indústria aérea, estou ansiosa para ingressar no conselho da UAL e ajudar a empresa a cumprir seu propósito de conectar as pessoas e unir o mundo", disse Ward.






Além de sua função executiva na Target Corporation, Ward atua no Aspen Institute Latinos and Society Advisory Board, no Stanford Center for Longevity Advisory Council e é membro do Executive Leadership Council, dos Economic Clubs of New York e Chicago, Alpha Kappa Alpha Sorority e The Links. Ward também atua no conselho de diretores da Denny's Corporation, bem como nos conselhos da Greater MSP, da Minnesota Orchestra e da Northside Achievement Zone.

domingo, 28 de fevereiro de 2021

Rede diRoma investe em promoções para atrair público a Caldas Novas na baixa temporada

O ano de 2021 avança e as viagens domésticas continuam sendo a preferência entre os brasileiros. Para atender a esse público o Grupo diRoma lançou tarifas promocionais a partir de R$ 200, válidas entre 28 de fevereiro a 31 de março de 2021. O foco é atrair público que viaja de carro, está a menos de 500 km de Caldas Novas (GO) e busca destinos baratos para viajar com a família.

Os hotéis diRoma formam uma rede com 13 unidades para hospedagem, todas em Caldas Novas, e nesse período de baixa temporada optou por baixar em até 50%  as diárias de dois de seus empreendimentos, o luxuoso Piazza diRoma e o complexo L’Acqua diRoma, formado por 5 unidades e um parque aquático.


Segundo o superintendente do Grupo diRoma, Aparecido Sparapani, a escolha desses empreendimentos visa oferecer uma experiência ainda mais confortável para os visitantes pela infraestrutura desses locais e para incentivar a visita a um destino mais tranquilo, como é Caldas Novas. “Neste momento de muita tensão, devido a COVID-19, é preciso sair do ambiente comum e buscar novos ares, sempre respeitando todos os protocolos definidos pela Vigilância Sanitária de cada município. Nossas promoções visam incentivar as pessoas a saírem desse ambiente comum”, completa.



As promoções das diárias a R$ 200 no Piazza diRoma e L’Acqua diRoma são para reservas de domingo a sexta-feira, de sexta a domingo o valor vai para R$ 250. A hospedagem é em apartamento duplo, onde acomodam até 4 pessoas. Para um casal com duas crianças de até 10 anos no mesmo apartamento não há alteração nos valores e o formato enxuto não prevê alimentação no hotel. Em ambos estão inclusas duas entradas por dia no Acqua Park, o principal parque aquático da cidade. As condições especiais são válidas apenas para as reservas feitas pela Central de Reservas diRoma.