domingo, 3 de julho de 2022

flydubai chega a Pisa

A flydubai, companhia aérea com sede em Dubai, celebrou seu serviço inaugural para Pisa, tornando-se a primeira transportadora nacional dos Emirados Árabes Unidos a operar essa rota a partir de Dubai. A companhia aérea operará três voos semanais de Dubai International (DXB) para o Aeroporto Internacional de Pisa (PSA). A Emirates fará codeshare nesta rota, oferecendo aos viajantes conexões mais perfeitas através do centro de aviação internacional de Dubai. Os voos para Pisa serão operados a partir do Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Dubai.

O voo inaugural chegou ao Aeroporto Internacional de Pisa (PSA) pouco depois das 12h00 locais de 24 de junho e foi recebido na chegada com uma tradicional saudação de canhão de água e representantes do aeroporto e funcionários do governo italiano. A bordo do voo inaugural estava uma delegação sênior liderada por Ghaith Al Ghaith, CEO da flydubai.

À chegada a Pisa, a delegação da flydubai foi recebida por uma delegação oficial liderada por Marco Carrai, presidente da Toscana Aeroporti. A recepção de boas-vindas foi seguida de uma conferência de imprensa realizada no aeroporto.

Falando na conferência de imprensa, Ghaith Al Ghaith, CEO da flydubai, disse: “Estamos empolgados em lançar nosso terceiro ponto na Itália neste verão com nosso serviço inaugural para Pisa. Nosso forte modelo de negócios e frota crescente nos permitiram oferecer aos passageiros de toda a nossa rede mais opções de viagem, e podemos esperar que Pisa seja um destino popular para viajantes dos Emirados Árabes Unidos e do GCC para descobrir a beleza da região da Toscana. O início das operações da flydubai para Pisa também reflete nosso compromisso de abrir mercados anteriormente mal atendidos e fornecer ligações aéreas diretas para Dubai. Estamos ansiosos para receber nossos passageiros a bordo.”

Marco Carrai, presidente da Toscana Aeroporti SpA, disse: “Hoje inauguramos a conexão entre Pisa e Dubai e o início da colaboração com a companhia aérea flydubai. Estamos diante de uma oportunidade única para o desenvolvimento futuro de nossa região. Estamos orgulhosos, como Toscana Aeroporti, de contribuir para aumentar as oportunidades turísticas e econômicas de nosso território e tornar a Toscana mais forte por meio do reinício e expansão de seus aeroportos.”

Pisa se junta a Catânia e Nápoles como o terceiro destino da rede da flydubai na Itália. A partir de 24 de junho, a flydubai também lança seu serviço três vezes por semana para Catânia, com voos às quartas, sextas e domingos. Atualmente, a transportadora opera quatro voos semanais para Nápoles, com voos às quartas, sextas, sábados e domingos.

Os passageiros que viajam para a Itália em uma aeronave Boeing 737 MAX podem desfrutar de mais conforto e uma experiência de viagem aprimorada. A nova oferta de cabine conta com uma cama plana na Classe Executiva e, além do espaço extra e privacidade, os passageiros podem dormir confortavelmente durante o voo. A Classe Econômica oferece novos assentos RECARO, projetados para otimizar espaço e conforto para que os passageiros possam sentar, relaxar e aproveitar o voo.

A aeronave Boeing 737 MAX da flydubai também oferece entretenimento a bordo excepcional com tela full HD de 11,6 polegadas, com uma ampla seleção de filmes, programas de TV, músicas e jogos. Os passageiros podem desfrutar de entretenimento de bordo gratuito na Classe Executiva ou adquirir pacotes de entretenimento a bordo acessíveis ao viajar na Classe Econômica.

Os voos vão operar três vezes por semana às quartas, sextas e domingos do Terminal 3, Dubai International (DXB) para o Aeroporto Internacional de Pisa (PSA).

Cinquentona, Linha Z da Kawasaki comemora meio século de existência e se segue cada vez mais atual


Este ano é de comemoração para a Kawasaki. Em 2022, a ‘Série Z’ completa 50 anos de seu primeiro lançamento mundial. Quem visitar alguma das 35 concessionárias autorizadas espalhadas pelo país e conferir o line-up atual, que traz um visual agressivo, potência e tecnologia de sobra, provavelmente vai se surpreender com a história de meio século de existência da linha de motocicletas que revolucionou a indústria de duas rodas. Ao longo destas cinco décadas foram lançadas quase 90 diferentes versões, incluindo motos custom, de competição e até mesmo modelos utilizados pela polícia. A ‘Família Z’ influenciou o mundo da motovelocidade, apresentando motos campeãs, e também revolucionou a pilotagem urbana, com o desenvolvimento de tecnologias inovadoras, como a injeção eletrônica e o sistema de freios ABS Kawasaki. Tão longeva como a própria fabricante japonesa, a ‘Série Z’ superou o tempo e cunhou termos bem atuais como supernaked e ‘conceito Sugomi’.

O início dessa história remonta a 1972, com a apresentação da Kawasaki Z1, também conhecida por ‘900 Super Four’. Utilizando a mais avançada tecnologia da época, o lançamento redefiniu o mundo do motociclismo de alto desempenho. A Z1 foi a primeira moto esportiva de produção em massa equipada com um motor DOHC de 4 cilindros em linha, tecnologia então encontrada apenas nos protótipos de corrida ou em motos esportivas de produção limitada. Com um propulsor de 903 cm³, o primeiro lançamento da Série Z ficou conhecido, não só por ser a motocicleta mais rápida da sua época, como também por sua confiabilidade e durabilidade. O sucesso foi imediato e a Z1 conquistou o mercado mundial, abrindo assim as portas para toda uma geração de motos da Família Z. Apenas por curiosidade, a escolha do nome não foi nada aleatória. A letra ‘Z’ foi eleita por ser a última do alfabeto, ou seja, a mais extrema, enquanto o numeral ‘1’ representava o primeiro do mundo.

Ao longo dos anos 1970, a Kawasaki apresentou cerca de 20 versões e atualizações das Z Bikes. A linha de competição recebeu a Z1 Endurance Racer (1974). Os estradeiros foram contemplados com a custom Z650C (1977). Mas o grande o marco foi o lançamento da Z1000 (1977). Equipada com um poderoso motor quadricilíndrico de 1.015 cm³ e transmissão de cinco marchas, o modelo podia facilmente ultrapassar os 200 quilômetros por hora. No mesmo ano, a moto ganhou sua versão café racer, batizada de Z1-R. Projetada nos Estados Unidos, ela trazia algumas modificações como, por exemplo, tanque do combustível mais fino, escapamento 4 em 1 e rodas de liga leve.

Os anos de 1980 chegaram trazendo ao mercado a segunda geração da Família Z. Com a reputação de alto desempenho e durabilidade já conquistados mundialmente, os novos lançamentos passaram a ser conhecidos também por seu estilo atraente e por oferecer uma pilotagem ainda mais amigável. Nas pistas, modelos baseados na Z1000 acumularam inúmeras vitórias, que trouxeram ainda mais tecnologia para as motos de rua. Este foi o caso da Z1100GP (1981). Equipada com um motor de 1.089 cm³ e painel de instrumentos retangular exclusivo, o modelo foi um dos pioneiros a utilizar o sistema de injeção eletrônica (Kawasaki Electronic Fuel Injection), evolução que permitiu maior eficiência no fornecimento de combustível, adicionando ainda mais potência e contribuindo para a redução do consumo de gasolina.

Na década seguinte, com a aparição das Ninjas, os modelos da Série Z passaram a dedicar maior atenção a parte visual, o que tornou o seu design ainda mais impressionante. Os modelos das linhas Zephyr e ZRX, com as mais diversas cilindradas, marcaram essa geração. Porém, a grande mudança veio com a virada do milênio. Repletas de tecnologia e utilizando sistema ABS de freios, a nova Z1000 (2003) remontou às origens e trouxe as virtudes tradicionais das Z Bikes. Ou seja, uma esportiva de alto desempenho que prioriza a diversão. Com chassi mais leve, guidão alto e um motor potente, agora reajustado para oferecer maior torque em médias e baixas rotações, a Z1000 do início do ‘Século 20’ ganhou um estilo ultramoderno, visual agressivo e inaugurou um novo subgênero: o das supernakeds.

Após ter conquistado o mundo e se tornado referência na indústria automobilística, uma nova e impactante mudança na Linha Z estava por vir nos idos de 2010. E o nome dela chamava-se Sugomi, que traduzido do japonês para português significa, literalmente, ‘incrível’. O novo conceito trouxe um design arrojado para as Z Bikes, com linhas ainda mais agressivas e uma maior conexão entre piloto e máquina. Este formato segue presente nas motos do atual line-up da Linha Z, disponíveis nas Concessionárias Autorizadas Kawasaki, que incluem os modelos Z1000, Z900, Z650 e Z400. Por fim, neste mesmo período, um movimento mundial com apelo ‘retrô’, paralelamente, ganhou força no mercado. A resposta da Kawasaki veio com a apresentação dos lançamentos Z900RS e a Z900RS Café, modelos que carregam as antigas curvas que remetem ao visual original da Z1 setentista.

Dreams Sands Resort & Spa passa por remodelação completa a partir de agosto


O Dreams Sands Resort & Spa, um dos hotéis de serviço all inclusive mais procurados por brasileiros em Cancún, no México, passará por uma remodelação completa a fim de fornecer ainda mais conforto e modernidade aos hóspedes. Embora algumas seções da reforma já estejam em andamento, a maior parte dos aprimoramentos começará em agosto. Assim, o resort permanecerá fechado de 15 de agosto até 15 de novembro de 2022.

As reformas no Dreams Sands incluirão:

• Novo restaurante de gastronomia asiática, Himitsu, com capacidade para 98 hóspedes, contando com três mesas Teppanyaki para seis pessoas cada.

• Remodelação e ampliação do restaurante de especialidades mexicanas, El Patio, que passará a ter capacidade para 102 hóspedes.

• Nova área fitness com 31 estações de treino, incluindo máquinas de cardio, pesos livres e HIIT.

• Realocação do Explorer's Club, o clube de recreação para crianças.

• Remodelação de 203 acomodações nos edifícios A e B

• O restaurante com sistema de buffet, World Café, será remodelado e apresentará nova decoração.

• Construção de uma piscina localizada na área de praia em frente ao spa.

Até que o resort seja fechado para o público, as áreas com reformas em andamento permanecerão isoladas. Para que os hóspedes não sejam afetados pelas mudanças, o resort oferecerá uma opção gastronômica mexicana, substituindo o restaurante El Patio durante o período, além da operação normal do antigo Explorer's Club e da área fitness.

Pioneiro e inovador, BMW i3 dá outro passo em relação ao futuro


Sempre a frente do seu tempo, o BMW i3 tem um novo marco em sua história de pioneirismo na mobilidade elétrica premium mundial. O primeiro carro de produção em série totalmente elétrico da BMW e o primeiro veículo desse tipo comercializado aqui no Brasil dá um passo definitivo para se tornar um ícone clássico com sua última unidade produzida hoje, na fábrica do BMW Group em Leipzig, na Alemanha. Em todo o mundo, o modelo segue em vendas na Rede de Concessionários BMW até o final dos estoques disponíveis. Estabelecido e com vendas recordes em 2022, o modelo premium com maior eficiência energética do Brasil, de acordo com o Inmetro, terá suas últimas unidades disponíveis focadas no consumidor brasileiro que também busca sua abordagem revolucionária, tecnologia e qualidade consagradas. 

Com a produção do BMW i3, a fábrica da BMW em Leipzig estabeleceu padrões para processos inovadores. Os funcionários de Leipzig produziram partes da carroceria a partir do carbono. Hoje, o BMW Group possui um know-how único no setor automotivo para o uso industrial desse material na construção de carrocerias. O BMW i3 encerrou seu período de produção com um impressionante desempenho de vendas. Alguns dias atrás, os funcionários em Leipzig produziram a 250.000ª unidade do modelo, que segue livre de emissões e com alta capacidade de reciclagem, um exemplo para a indústria automotiva atual. Para a fábrica de Leipzig, o fim da produção do BMW i3 também marca o início de um novo capítulo em eletromobilidade. Em breve, os funcionários produzirão mais componentes para os veículos elétricos da marca, mais módulos de bateria de alta tensão, além da próxima geração do MINI Countryman, prevista para começar em 2023, que incluirá uma versão 100% elétrica.

Transamerica Executive Congonhas espera crescimento do turismo no segundo semestre

Depois de um semestre de otimismo para a hotelaria paulista, o Transamerica Executive Congonhas espera resultados ainda melhores no segundo semestre, tendo em vista o avanço da vacinação e o cenário do turismo e dos eventos na cidade. Adriana Montenegro, gerente geral do hotel, aposta na recuperação e assegura que “os eventos voltaram, tudo que ficou represado em 2021 está acontecendo agora e as pessoas estão ávidas para sair”.

Segundo ela, eventos corporativos e as comemorações sociais, como os casamentos que lotam os buffets, são os principais pilares para a hotelaria neste momento. A gerente acredita que a programação de eventos oficial de São Paulo também será a grande responsável por trazer um novo fôlego para os empreendimentos, podendo inclusive contribuir para um aumento nos índices de ocupação e diária média.

“O segundo semestre é sempre mais aquecido e estamos confiantes de que poderemos chegar a patamares pré-pandemia. Todos os eventos acabam impactando positivamente a ocupação hoteleira da região, mas a partir de julho teremos atrações ainda mais importantes, como festivais de música, grandes feiras e, é claro, a Fórmula 1.”.

Já no primeiro semestre, com retomada integral das atividades presenciais, o Transamerica Executive Congonhas pôde comemorar a recuperação da qualidade da diária média e números recorde em ocupação. Esta evolução foi progressiva e a previsão é de continuidade na toada até o final do ano, graças à explosão de atividades de lazer e negócios da cidade.

Para Adriana, neste momento os hotéis devem apostar em infraestrutura e atrair a atenção neste mercado tão competitivo. No caso do Transamerica Congonhas, a localização, próxima ao Aeroporto e a bairros nobres de São Paulo, e as acomodações versáteis são diferenciais para a escolha dos hóspedes. “Sentimos que os clientes estão mais exigentes, dando preferência a empreendimentos de confiança, com bons preços e condições de reservas e atendimento diferenciado”, complementa.

Sobre os novos números da COVID, Adriana confia na resiliência do turismo e em tudo que os profissionais aprenderam para conviver bem com o vírus. A executiva espera que o impacto da doença não seja tão grande daqui para frente e que os turistas continuem confiando no trabalho dos hotéis.

Para o Transamerica Congonhas, o segundo semestre será ainda de confirmação do sucesso desta nova fase administrativa, agora sob a gestão da Atlantica Hospitality International. “Estamos confiantes que este novo momento trará novas perspectivas para nossos negócios. Acredito que a expertise da Atlantica veio para somar à nossa tradição em hotelaria e com isso entregar um produto ainda mais atrativo para o mercado”, finaliza a executiva.

Sobre o Transamerica Executive Congonhas

O Transamerica Executive Congonhas segue o perfil de hotéis corporativos da marca Transamerica e recebe viajantes de todo o país que chegam a São Paulo para eventos, negócios e, mais recentemente, para lazer. Sua localização é estratégica, Aeroporto de Congonhas e à diversas vias da cidade. No hotel as acomodações são amplas e de qualidade, com 25 m² cada, em opções com cama de casal queen ou duas de solteiro, a depender da escolha do hóspede. Todas paramentadas com estação de trabalho, frigobar, ar-condicionado, wi-fi.

Torre de Controle do GRU Airport passa por modernização

Com o intuito de manter o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na vanguarda de operações e tecnologia aeronáutica, a Torre de Controle, administrada pela NAV Brasil, está passando por uma modernização em sua infraestrutura e equipamentos.

Enquanto a revitalização acontece, o controle do tráfego aéreo no aeródromo passou a operar de uma torre temporária, localizada no topo do prédio administrativo do Terminal 2.

O processo de modernização já substituiu os quatro Sistemas de Pouso por Instrumento (ILS) e as Estações Meteorológicas de Superfície (EMS), além dos sistemas de controle de balizamento, e ainda serão instalados, um novo radar de solo e um sistema de redundância do balizamento de pista.

As ações estão sendo coordenadas entre a GRU Airport, concessionária do aeroporto, juntamente com os órgãos do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e a empresa pública NAV Brasil, responsável pela prestação dos serviços de navegação aérea no aeródromo de Guarulhos. Ao todo, mais de 100 profissionais foram envolvidos no projeto, com prazo estimado para conclusão em outubro de 2022.


sábado, 2 de julho de 2022

LATAM passa de 250 milhões de vacinas contra a Covid-19 transportadas de graça no Brasil, o equivalente a 65% de todos os embarques no País

A LATAM acaba de alcançar a marca histórica de 256.963.296 doses de vacinas contra a Covid-19 transportadas de graça para todo o Brasil em mais de 3 mil voos por meio do programa Avião Solidário. A companhia lidera os embarques no País e já levou para 26 estados e o Distrito Federal 65% dos imunizantes transportados pelo modal aéreo em todo o território nacional.

A LATAM tem protagonizado o transporte gratuito dos imunizantes no Brasil desde janeiro de 2021, quando foi iniciada a campanha de imunização no País. Somente nesta semana, por meio da LATAM Cargo, foram transportadas de São Paulo para outros estados um novo lote de quase 3 milhões de vacinas contra a Covid-19.

“Com o nosso Avião Solidário conseguimos gerar muito valor para a sociedade com o transporte aéreo gratuito de mais de 250 milhões de vacinas para todos os Estados do Brasil para o combate da Pandemia. Isso tudo só é possível com uma equipe de colaboradores extremamente engajada com o objetivo de encurtar distância e ajudar quem mais precisa, comenta Gislaine Rossetti, diretora de Relações Institucionais e Regulatório da LATAM Brasil.