Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
sexta-feira, 3 de agosto de 2018

PostHeaderIcon Porsche aumenta o faturamento e resultado operacional na primeira metade do ano


Nos primeiros seis meses de 2018, a Porsche AG aumentou seu resultado operacional, faturamento, venda de veículos e número de funcionários. O resultado operacional aumentou ligeiramente em um 1%, atingindo 2,2 bilhões de euros, enquanto o faturamento cresceu 4%, para 12,3 bilhões de euros. O retorno operacional em vendas foi de 17,5%. No primeiro semestre de 2018, as vendas aumentaram 3%, atingindo 130.598 veículos. A força de trabalho da empresa cresceu 5%, para um total de 30.785 funcionários.

"Nosso desempenho no primeiro semestre do ano nos garante uma forte base para o sucesso do ano fiscal de 2018", afirmou Oliver Blume, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG. "É especialmente agradável ver que o icônico 911 esteja tão procurado, já que este ano estamos celebrando os 70 anos da Porsche. Continuamos a investir também no futuro de nossa marca: eletrificação, digitalização e conectividade são grandes desafios, que decidimos encarar como uma oportunidade. No próximo ano, teremos o lançamento no mercado do Taycan, o primeiro Porsche puramente elétrico. Ele irá estabelecer parâmetros para o futuro da mobilidade", disse Blume.

O CFO Lutz Meschke acredita que os efeitos positivos combinados e o desenvolvimento de áreas além do negócio de veículos - como Pós-vendas e os serviços de consultoria MHP e Porsche Consulting - contribuíram positivamente para o resultado. Por outro lado, foram realizados consideráveis investimentos voltados para o futuro, como em eletrificação e no desenvolvimento de novas áreas de negócios.

"Teremos alguns desafios a superar na segunda metade do ano", explicou Meschke. Especificamente, Meschke acredita que a empresa precisará adaptar-se à situação política e econômica incerta e garantir também a compatibilidade de sua linha de modelos com os novos padrões de emissões vigentes na Europa. "Mesmo assim, vamos continuar trabalhando para alcançar nosso objetivo estratégico, de atingir um retorno operacional de pelo menos 15%", afirmou o CFO.

Com relação as vendas de veículos, o Panamera teve o maior crescimento no primeiro semestre do ano: até o fim de junho, a Porsche havia entregado aos clientes 20.500 unidades do carro esportivo de quatro portas, quase o dobro do volume registrado no mesmo período no ano passado. O 911 também teve um crescimento de dois dígitos, com aumento de 28%, atingindo 21.400 veículos vendidos. As linhas de maior volume continuam a ser o Macan, com 46.600 veículos vendidos e o Cayenne, com 28.700 unidades. Em seu mercado doméstico, a Alemanha, a Porsche registrou um aumento de 11% no primeiro semestre de 2018. Em toda a Europa, o crescimento foi de 9%. A China continua a ser o mercado individual mais forte para a Porsche, com 33.363 veículos vendidos, à frente dos Estados Unidos (29.421 unidades).


0 comentários:

Postar um comentário