Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
quarta-feira, 31 de outubro de 2018

PostHeaderIcon Nissan Kicks fabricado em Resende começa a ser exportado ao Paraguai

O Nissan Kicks fabricado no Brasil ganhou mais um "carimbo" internacional. O crossover passou a ser exportado também para o Paraguai. O primeiro envio para o país vizinho representa mais um importante marco para a empresa na América Latina, e também para o projeto de exportações do Complexo Industrial da Nissan em Resende. O Paraguai já faz parte do mapa de exportações da fábrica brasileira. O país foi um dos primeiros mercados externos a receber os modelos Nissan March e Nissan Versa, ainda em 2016. Agora, passa a ser o segundo mercado a receber o Nissan Kicks produzido em Resende – o primeiro foi a Argentina, no fim do ano passado. Os consumidores paraguaios terão à disposição o mesmo carro que se tornou sucesso absoluto no mercado brasileiro. O Paraguai incorporou o etanol como prioridade em sua matriz de combustíveis, o que permite ao Complexo Industrial de Resende enviar exatamente o mesmo Nissan Kicks vendido no Brasil, sem a necessidade de qualquer ajuste no motor ou no sistema de injeção de combustível.

"Termos mais um mercado para o Nissan Kicks reforça a posição do Complexo Industrial de Resende entre os mais importantes centros de produção e exportação da Nissan no mundo. Ratifica o compromisso e o interesse de promover o avanço da Nissan na América Latina. O Nissan Kicks é um grande sucesso de vendas e se consolidou como um dos líderes no segmento de SUVs compactos no Brasil. Na América Latina já são mais de 192 mil unidades vendidas desde seu lançamento, e o crossover tem sido constantemente reconhecido pela imprensa especializada", afirmou Sérgio Casillas, Vice-Presidente de Operações de Manufatura da Nissan América Latina.

Iniciado em março de 2016, o programa de exportações do Complexo Industrial da Nissan, em Resende, já cobre oito mercados da região: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai. Desde o início do projeto, a Nissan já exportou mais de 40 mil unidades.

0 comentários:

Postar um comentário