Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
sexta-feira, 14 de junho de 2019

PostHeaderIcon Eventos em novo hotel-boutique de Manaus: o Juma Ópera

Um pequeno notável no centro histórico de Manaus, cercado por edificações da época do apogeu da cidade, durante o Ciclo da Borracha. Com 42 acomodações, o Juma Ópera abre suas portas no segundo semestre de 2019, apostando na exclusividade de seus ambientes, harmonicamente integrado à região onde se localiza. Nessa atmosfera de requinte, o hotel-boutique vai investir também na organização de eventos e banquetes.

O projeto assinado pelo arquiteto Roberto Vinograd prevê três espaços para a realização de festas e encontros. Dois deles podem ser unificados, gerando cerca de 320 m² de área útil. Menor, uma terceira área fica no rooftop, perto da piscina e de um bar de apoio. O charmoso espaço é todo cercado por um guarda-corpo de vidro, o que possibilita a visão ampla dos prédios ao redor. À frente destaca-se o principal cartão-postal de Manaus, o Teatro Amazonas.

Para a organização desses eventos, o Juma Ópera contará com a vasta experiência de Rodrigo Dezan Cunha, que passou por diferentes setores da hotelaria. O novo gerente geral já trabalhou em Alimentos & Bebidas, Operações e Eventos. Ao longo de seus mais de 20 anos no setor, comandou grandes eventos e banquetes, assim como importantes caterings, entre eles, a Fórmula 1 e o HSM Expo Management, ambos em São Paulo. Também realizou a recepção de autoridades e chefes de Estado, como Bill Clinton e o Príncipe Charles. Cunha já morou na capital amazonense durante aproximadamente quatro anos, período em que ocupou o mesmo cargo no Tropical Manaus.

Os ambientes do Juma Ópera foram projetados de modo que estejam voltados para o Teatro Amazonas, cartão-postal de Manaus erguido em 1896. Com inauguração prevista para o segundo semestre de 2019, o hotel tem como parte de sua estrutura um casarão tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Cuidadosamente restaurada, a construção abrigou o ex-presidente americano Theodore Roosevelt durante sua expedição à Amazônia com o Marechal Rondon, no século 20.

Com 42 acomodações — algumas suítes possuem banheira —, o Juma Ópera dispõe de restaurante com culinária regional e internacional, bar, academia e rooftop com piscina. Dos mesmos proprietários do Juma Amazon Lodge, prestigiado hotel de selva com 20 anos de existência, o empreendimento em Manaus também terá uma administração totalmente engajada com a sustentabilidade.

0 comentários:

Postar um comentário