Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
domingo, 3 de dezembro de 2017

PostHeaderIcon Grupo Emirates divulga relatório ambiental anual 2016/17

O Grupo Emirates, formado pela companhia aérea Emirates e pela dnata, divulgou seu sétimo Relatório Ambiental anual. O material descreve o desempenho em responsabilidade ambiental do Grupo referente ao ano fiscal de 2016 a 2017. Auditado pela PricewaterhouseCoopers (PwC), o relatório apresenta iniciativas de sustentabilidade ambiental e dados de desempenho de uma série de atividades do Grupo, que abrangem operações aéreas, negócios de carga e transporte terrestre da dnata, entre outras atividades comerciais, como engenharia e catering. Como 2017 é o Ano Internacional das Nações Unidas para o Turismo Sustentável e o Desenvolvimento, o Grupo vinculou suas prioridades ambientais aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Assim, a companhia consegue priorizar esforços em atividades em que pode ter um impacto mais representativo para o planeta.

"Os anos de 2016-17 foram especialmente um período de testes, já que enfrentamos uma série de eventos sociais, econômicos e políticos que entraram em erupção em nossos mercados ao redor do mundo. A confiança do consumidor e a demanda de viagens foram afetadas por uma série de choques. No entanto, a nossa trajetória sólida, base empresarial e reputação de marca nos mantiveram em bom patamar, criando possibilidades para superarmos esses tempos turbulentos", afirmou Sua Alteza o Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente e diretor-executivo do Grupo Emirates.

"Estamos investindo em pessoas, novos sistemas, tecnologias e infraestrutura que nos permitirão continuar desenvolvendo nosso negócio de forma rentável e sustentável. Nossa jornada para transformar nossos negócios abrirá novas oportunidades para melhorar os níveis de eficiência dos recursos. Assim, conseguiremos estabelecer uma resiliência nos negócios para traçar um caminho não apenas para o próximo ano, mas por um longo período", acrescentou.

Uma parte fundamental da estratégia ambiental do Grupo é a operação de uma frota ecoeficiente. Durante este ano, a companhia aérea Emirates retirou de operação os últimos Airbus A340s e A330s. Atualmente, há apenas uma frota de passageiros de Airbus A380 e Boeing 777s, e em conjunto com os cargueiros Boeing 777, a idade média da frota é de 5,3 anos, bem abaixo da média da indústria do setor aéreo comercial. A frota majoritariamente moderna gera menores emissões de ruído e de motor, além de oferecer aos clientes mais conforto. Os esforços do Grupo durante o ano para melhorar a eficiência operacional em toda a empresa também contribuíram para a redução de custos e a diminuição do impacto ambiental. Por exemplo, um procedimento de lavagem de aeronaves com economia de água, introduzido pela Emirates Engineering, ajudará a economizar 11 milhões de litros de água por ano. Além disso, os projetos de eficiência energética, como a instalação de iluminação com diodos emissores de luz (led) nos hangares, economizam 237 megawatt-horas de eletricidade por mês. No serviço de bordo, a companhia aérea passou a fornecer cobertores fabricados de forma sustentável na Classe Econômica dos voos de longa distância. Cada manta de lã é feita de 28 garrafas PET recicladas, evitando que fossem dispensadas em aterro sanitário.

A dnata ainda registrou que 2016/17 foi o ano de operações mais bem-sucedido e lucrativo em 58 anos de história. Por meio de suas quatro divisões de negócios – operações aeroportuárias dos Emirados Árabes Unidos; operações aeroportuárias internacionais; serviços de viagem; e catering –, a empresa ganhou novos contratos, estreitou os relacionamentos existentes e ampliou o reconhecimento por seus serviços de qualidade. A dnata está, gradualmente, substituindo suas operações de manuseio de terra em Dubai e em todo o mundo. Os veículos e máquinas de serviço terrestre estão dando lugar a equipamentos elétricos/híbridos, o que reduz as emissões de dióxido de carbono e de outros poluentes. Os equipamentos elétricos em terra já são utilizados em diversas operações aeroportuárias internacionais, como no Reino Unido, EUA, Holanda, Suíça e Singapura, com planos para ampliar a frota de veículos e os locais onde são implantados. Para colaborar com a excelência em longo prazo em Saúde, Segurança e Meio Ambiente (HSE), a dnata colocou em prática um Sistema de Gerenciamento Integrado (IMS) durante o último ano. Um dos pilares de gestão da estratégia "One dnata", o IMS abrange todos os aspectos operacionais do negócio diversificado da empresa e apoiará uma cultura de aprendizagem para a melhoria contínua de todas as áreas do negócio.

O Grupo continuou com o seu consistente apoio à ação contra o comércio ilegal de animais selvagens. Por meio de seu projeto "A Greener Tomorrow", a empresa ajuda três organizações da África que estão na vanguarda da proteção da vida selvagem. São elas: Southern African Wildlife College Trust; Southern African Foundation para a Conservação de Aves Costeiras; e Parques Africanos.

Por fim, o programa de filantropia liderado pelos funcionários da dnata – o dnata4good – também fortaleceu o apoio à conservação da vida selvagem na África do Sul, com destaque para a conclusão de um projeto de construção de escolas no Nepal.

0 comentários:

Postar um comentário