Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

PostHeaderIcon Bilhete rodoviário de papel com os dias contados


A velha cena formada por guichês lotados e passageiros enfileirados para garantir sua viagem está com os dias contados nas rodoviárias. Graças a uma regulamentação da Secretaria da Fazenda paulista, a partir de janeiro de 2019 os viajantes de todo o estado de São Paulo poderão emitir bilhetes eletrônicos para o transporte de ônibus interestadual ou internacional.

Com a novidade, basta chegar à rodoviária e embarcar, o que promete tornar muito mais prática a rotina do passageiro e até estimular o fluxo de viagens na temporada de férias. Apesar de a internet representar 6% da comercialização de bilhetes rodoviários no Brasil, cerca de 70% das empresas de ônibus que operam em território nacional já comercializam bilhetes online, segundo dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Somadas as vendas de Online Travel Agencies (OTA´s) e sites das viações, o volume de emissões mais do que triplicou nos últimos anos, ao saltar de 3,6 milhões em 2014 para 12,6 milhões no ano passado.

A julgar pelo exemplo do setor aéreo, o e-ticket nas viagens de ônibus tende a decretar muito rapidamente o fim da passagem de papel. Em 2008, somente seis anos depois de implementada a emissão online, a International Air Transport Association (IATA) regulamentava a extinção do bilhete convencional.

“Além de reduzir despesas com impressão, o processo eletrônico favorece o controle de fraudes e previne o viajante de eventuais problemas ou custos adicionais por conta de perdas, furtos ou reemissões do bilhete”, observa Lukasz Gieranczyk, CEO da Quero Passagem, portal especializado em reservas online de passagens de ônibus e que espera um crescimento de 15% no número de transações até o fim do ano. A plataforma abrange mais de 5 mil destinos, o que corresponde a 90% dos trechos operados por viagens rodoviárias.

Os canais digitais também contribuem para ampliar as possibilidades de pagamento. O usuário da Quero Passagem, por exemplo, pode efetuar a reserva via boleto, cartão de crédito parcelado em até 12 vezes ou mesmo por transferência bancária instantânea. Estrangeiros não precisam informar o CPF para concluir a operação, estimada em cerca de cinco minutos.

0 comentários:

Postar um comentário