Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
segunda-feira, 19 de agosto de 2019

PostHeaderIcon Delta oferece 100 voos para ajudar sobreviventes e fornece mais US$ 1,5 milhão para a linha de denúncia de tráfico de pessoas dos Estados Unidos

Desde a doação inicial da Delta de US$ 1 milhão, a National Human Trafficking Hotline registrou aumento de 36% nos contatos de sobreviventes e aumento de 25% no número de casos atendidos.


- Com a quantia adicional de US$ 1,5 milhão, o total doado pela Delta à Polaris, operadora da National Human Trafficking Hotline, atinge US$ 2,5 milhões

- A Delta forneceu, por meio da Polaris, mais de 100 voos a sobreviventes do tráfico humano com a doação de milhas de seus clientes

Como companhia aérea líder na luta contra a exploração, a Delta Air Lines já forneceu mais de 100 voos para ajudar no transporte de sobreviventes e vítimas de tráfico de pessoas por meio do SkyWish, um programa de doação de milhas criado em uma parceria com a Polaris. A companhia também fez uma doação adicional de US$ 1,5 milhão para a Polaris apoiando de forma contínua a organização e a National Human Trafficking Hotline, que conecta vítimas e sobreviventes do tráfico sexual e trabalho forçado a serviços de ajuda e segurança.

Esta contribuição adicional manterá a organização nos próximos três anos e foi feita após a doação inicial de US$ 1 milhão em 2017, totalizando o investimento de US$ 2,5 milhões da Delta. Além de ajudar a Polaris a realizar análises fundamentais de dados sobre tráfico humano que apoiam os trabalhos de combate ao tráfico nos Estados Unidos, o financiamento ajudará a garantir pessoal suficiente para responder aos 200 a 300 contatos feitos diariamente.

Desde o primeiro financiamento da Delta, houve aumento de 36% nos contatos de sobreviventes, incluindo aumento de 21% nos contatos desde 2017. A linha direta recebeu 41.088 contatos no ano passado.

"É gratificante ver os resultados da nossa parceria com a Polaris ajudando na luta contra o tráfico de pessoas e vendo que o nosso apoio pode mudar vidas", disse Allison Ausband, vice-presidente sênior de serviço a bordo e líder do Comitê Executivo da Delta Contra o Tráfico de Pessoas.

"O problema do tráfico de pessoas tem que ser combatido agressivamente de todos os ângulos, e para a Delta isso significa reunir nossos quase 200 milhões de clientes e 80 mil funcionários nessa luta. Todos nós temos um papel a desempenhar e podemos fazer a diferença."

Segundo a Organização Internacional do Trabalho, cerca de 25 milhões de pessoas vivem hoje como escravos, e 71% das vítimas de tráfico de mão de obra relatam que são recrutadas durante voos para os Estados Unidos, e quase 40% de todas as vítimas de tráfico de pessoas relatam estar em voos durante a exploração.

A parceria da Delta com a Polaris levou a uma série de iniciativas desde o início de 2017. Este ano, a companhia aérea criou um vídeo que foi reproduzido em todas as aeronaves equipadas com telas na parte traseira dos assentos durante o mês de janeiro de conscientização sobre tráfico de pessoas. A Delta também apoia os sobreviventes de tráfico na retomada de suas vidas, oferecendo cursos com orientações sobre o desenvolvimento profissional. A empresa recebeu, por meio da Polaris, a sugestão de sobreviventes para criar um treinamento personalizado e treinou 66 mil funcionários até o momento para que possam identificar e denunciar o tráfico de pessoas.

Como ajudar a combater o tráfico de pessoas

Os membros do programa SkyMiles podem doar milhas à Polaris para ajudar a transportar sobreviventes, garantir sua segurança ou fornecer cuidados fundamentais. Mais de 6 milhões de milhas foram doadas até agora por clientes da Delta. Algumas histórias de sobreviventes transportados pela Delta são apresentadas abaixo:

- Uma menina sobrevivente de tráfico sexual identificada pela polícia foi transportada pela Delta do país onde sofreu a exploração de volta aos Estados Unidos, e a guarda da criança foi transferida diretamente para sua mãe

- A National Human Trafficking Hotline trabalhou com um provedor de serviços e com a polícia para fornecer recursos aos sobreviventes de um negócio de massagem ilegal que operava em vários locais depois que a polícia fechou os estabelecimentos. A Delta transportou uma sobrevivente e a inseriu em um programa de longo prazo fora do estado para receber apoio contínuo

- Outra sobrevivente ganhou a guarda de seu filho depois de perdê-la durante uma situação de tráfico. Com o voo da Delta, nós a transportamos de volta para casa para ficar com o filho e depois levamos os dois para um programa de recuperação de longo prazo

"Não poderíamos estar mais orgulhosos com a nossa parceria com a Delta Air Lines e a sua equipe de funcionários dedicados nos ajudando a combater o tráfico de pessoas", disse Bradley Myles, CEO da Polaris. "O trabalho da Delta continua abrindo o caminho, ajudando a garantir a equipe para atender as chamadas recebidas pela National Human Trafficking Hotline ou estimulando seus clientes a doar milhas para ajudar os sobreviventes a chegar em casa depois de uma situação de tráfico."

Para ajudar a Delta e promover a hashtag #GetOnBoard, aprenda a detectar os sinais do tráfico de pessoas. Salve o número da National Human Trafficking Hotline para denunciar e receber dicas em seu telefone ligando para 1-888-373-7888 ou mandando mensagens de texto para 233733. Doe milhas em Delta.com/SkyWish.

0 comentários:

Postar um comentário