Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
quarta-feira, 4 de julho de 2018

PostHeaderIcon Airbus e Nações Unidas criam parceria por acesso universal ao espaço

A Airbus e o Escritório das Nações Unidas para Assuntos do Espaço Sideral (UNOOSA, da sigla em inglês) assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) durante a conferência UNISPACE+50, celebrando meio século de cooperação internacional no espaço sideral. O MoU, renovável em cinco anos, tem como objetivo construir, em conjunto, possibilidades para desenvolver experimentos em microgravidade e implementar seus benefícios em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Além disso, o memorando pretende possibilitar o uso de dados de observação da terra e apoiar as missões da ONU, suas agências especializadas e seus Estados-membros. Os parceiros trabalharão juntos para apoiar os Estados-membros no acesso e uso do espaço, permitindo o ingresso à Estação Espacial Internacional (ISS). A Bartolomeu, a nova plataforma receptora externa desenvolvida pela Airbus - que é autofinanciada e opera em cooperação com a Agência Espacial Europeia - permite acesso ao espaço de maneira mais eficiente e barata.

A Airbus oferece espaço de carga útil livre, dando aos Estados-membros da ONU a oportunidade de participar de missões espaciais em órbita utilizando a plataforma Bartolomeu, ligada ao Módulo European Columbus da ISS. Áreas de aplicação incluem observação da Terra, robótica, ciência de materiais e astrofísica. Operada a bordo da ISS em órbita baixa, a plataforma Bartolomeo oferece a vista do planeta Terra e do espaço sideral mais desobstruída da ISS.

“Operar uma missão espacial na plataforma Bartolomeo é a maneira mais eficiente no que diz respeito a tempo e custo de levar cargas úteis ao espaço, e a nossa missão multifuncional torna isso tão fácil quanto possível. Por meio de nossa parceria com a ONU, esperamos que os benefícios do espaço possam ser mais acessíveis à comunidade global”, afirma Johannes von Thadden, Diretor de Instituições Internacionais e Espaciais da Airbus durante a cerimônia de assinatura.

Ambos os parceiros também oferecerão consultoria para conscientizar as pessoas sobre as oportunidades de geoinformação e darão apoio ao desenvolvimento de capacidades locais no que diz respeito à exploração de dados de observação da Terra. Como parte disso, dados do SPOT, Pléiades e também dos satélites TerraSARX e TanDEM-X ficarão disponíveis, além de sessões de treinamento, conferências e workshops.

Por fim, a Airbus e a ONU irão apoiar o treinamento de profissionais por meio de entidades da ONU e agências específicas, assim como Estados-membros, sobre o uso de dados de observação da terra dedicados à aplicações operacionais. Essas aplicações, ligadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - como a Carta Internacional UN-SPIDER (Informações especiais para o gerenciamento de desastres e respostas de emergência) -incluiriam, mas não estariam limitadas a: modelo de enchentes, subsidência de áreas urbanas em regiões costeiras e degradação florestal.

0 comentários:

Postar um comentário