Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
terça-feira, 2 de outubro de 2018

PostHeaderIcon Príncipe William embarca em voo comercial em missão para ajudar a acabar com os crimes contra a vida selvagem

O duque de Cambridge partiu do Aeroporto de Heathrow em uma aeronave A380, da British Airways, exibindo a mensagem #EndWildLifeCrime (Acabar com os crimes contra a vida selvagem, em tradução livre), dando início a uma missão para destacar a ameaça global urgente à vida selvagem e às pessoas do comércio ilegal de vida selvagem. O príncipe William fará uma viagem de trabalho a Namíbia, Tanzânia e Quênia. Lá, ele visitará uma série de projetos e se reunirá com conservacionistas, comunidades e representantes da lei que trabalham para deter a caça furtiva e o comércio ilegal de vida selvagem.

“Como tantos outros, estou profundamente entristecido pelo número de elefantes, rinocerontes e pangolins que foram abatidos ilegalmente por suas presas, chifres e escamas. Mas o comércio ilegal de vida selvagem também tem um impacto humano devastador. Muitos patrulheiros corajosos são tragicamente mortos todos os anos por caçadores ilegais. As comunidades veem seus meios de subsistência do turista ameaçados. E as receitas do comércio ilegal de vida selvagem financiam redes criminosas mais amplas e ameaçam a segurança. É por isso que me comprometo a fazer o que puder para ajudar a acabar com esse terrível crime global. Este será um foco particular da minha próxima visita à África e, claro, da conferência sobre o comércio ilegal de vida selvagem que acontece aqui em Londres em outubro”, afirmou o duque de Cambridge em seu recente discurso em um evento na Royal African Society.

A British Airways é membro da força-tarefa do programa United for Wildlife do Duque de Cambridge. “Estamos orgulhosos de estarmos ao lado de Sua Alteza Real o Duque de Cambridge no apoio a esta importante missão para enviar uma mensagem muito clara sobre a necessidade de lutar crime de vida selvagem. As companhias aéreas têm um papel importante a desempenhar na prevenção do tráfico ilegal de vida selvagem e continuaremos ajudando a liderar a campanha dentro do setor de viagens”, afirma Alex Cruz, Presidente e CEO da British Airways.

O Duque de Cambridge está sendo acompanhado por Charlie Mayhew, fundador e CEO da Tusk Trust, organização britânica sem fins lucrativos criada em 1990 para ajudar a proteger a vida selvagem africana, e Naomi Patron, diretora de programas de conservação da The Royal Foundation, onde o United for Wildlife fica baseado.

Estima-se que o comércio ilegal de animais silvestres seja o quarto crime internacional mais lucrativo após o tráfico de drogas, armas e seres humanos. Com um valor de até 17 bilhões de libras por ano, o comércio não apenas ameaça algumas das espécies mais emblemáticas do mundo, mas também prejudica o crescimento econômico sustentável e a subsistência de pessoas vulneráveis ​​em comunidades rurais.

Os produtos provenientes de elefantes, rinocerontes, pangolins e tigres estão entre os produtos mais valorizados e são frequentemente traficados através de redes internacionais de transporte estabelecidas. Os criminosos também usam redes de funcionários e agências corruptos para minar o desenvolvimento sustentável e a lei, prejudicando os meios de subsistência e o crescimento das comunidades locais.

A viagem acontece antes da conferência internacional do governo do Reino Unido sobre o comércio ilegal de vida selvagem. A conferência, que acontece de 11 a 12 de outubro de 2018, reunirá líderes globais para ajudar a erradicar o comércio ilegal de animais silvestres e proteger melhor as espécies mais icônicas do mundo da ameaça de extinção.

“Como presidente do United for Wildlife Taskforce, testemunhei como o setor de transporte aéreo tem sido fundamental no combate ao comércio ilegal de vida selvagem. Seus esforços para conscientizar funcionários e passageiros têm desempenhado um papel vital na interrupção de redes ilegais de vida selvagem. Como Sua Alteza Real o Duque de Cambridge parte para a África, tenho a satisfação de ver um membro-chave da Força-Tarefa de Transporte, a British Airways, acrescentar sua voz poderosa e influente a essa importante questão”, afirma o Lord Hague, presidente da Força-Tarefa do United for Wildlife Transport.

0 comentários:

Postar um comentário