Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
quarta-feira, 22 de maio de 2019

PostHeaderIcon Praetor 6 agora tem certificação tripla com aprovação da EASA e da FAA, tornando-se o jato super médio mais disruptivo e mais avançado tecnologicamente a entrar na categoria super médio

A Embraer anunciou que seu novo jato executivo super médio Praetor 600 recebeu o certificado de tipo da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency - EASA) e da Federal Aviation Administration (FAA). O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa na na EBACE, exposição e convenção europeia da aviação executiva (do inglês, European Business Aviation Conference and Exhibition) em Genebra, na Suiça.

“Agora certificado pelas principais agências de segurança da aviação do mundo, o Praetor 600 tem provado ser o jato super médio mais disruptivo e o mais avançado tecnologicamente a entrar no mercado, abrindo o caminho para o início das entregas já no segundo trimestre”, disse Michael Amalfitano, presidente da Embraer Aviação Executiva. “Em pouco mais de seis meses desde seu anúncio e de sua apresentação ao mercado, o Praetor 600 já está desempenhando acima das metas de certificação, elevando as expectativas de um jato super médio ideal. Mais uma vez quero agradecer e parabenizar à toda a família Embraer por trazer ao mercado uma aeronave tão revolucionária, projetada para criar uma nova experiência de valor tanto para clientes como para acionistas”.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) concedeu a certificação de tipo ao Praetor 600 em 18 de abril. O Praetor 600 foi lançado e apresentado em outubro do ano passado durante a NBAA-BACE (National Business Aviation Association’s Business Aviation Conference and Exhibition) e o jato é o único da sua categoria a ser certificado desde 2014.

A jornada do Praetor 600 teve início em no aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos. Em 8 de maio, o Praetor 600 percorreu quase 7.000 quilômetros até Fort Lauderdale, nos Estados Unidos com uma carga paga equivalente a seios passageiros (544 kg ou 1.200 lb). Esse foi o voo mais longo da aeronave, tendo coberto 3.904 milhas náuticas (7.230 quilômetros) sobre uma distância aérea de 3.678 milhas náuticas (6.812 quilômetros), tem enfrentado ventos de cauda de até 43 nós e descendo com antecedência para cumprir a rigorosa aproximação de Miami.

Em 16 de maio o Praetor 600 partiu dos Estados Unidos a caminho da Europa abastecido com biocombustível SAJF para se juntar à frota de demonstração da Embraer no evento “Fueling the Future” (“Abastecendo o Futuro” na sua livre tradução, um evento de biocombustível realizado no Aeroporto de Farnborough, em 18 de maio. A aeronave chegou em Farnborough, no Reino Unido, tendo partido de Teterboro, nos Estados Unidos. Na sua primeira travessia transatlântica o Praetor 600 percorreu mais de 5 mil quilômetros (3 mil milhas náuticas), abastecido com mais de 6.800 kg de combustível, dos quais 1.361 kg (3.000 lb) eram biocombustível SAJF.

O evento “Abastecendo o Futuro” marcou o primeiro aniversário do lançamento da Coalisão da Aviação Executiva para Biocombustível Sustentável (do inglês, Business Aviation Coalition for Sustainable Alternative Jet Fuel) durante a EBACE 2018, e o 10o aniversário do Compromisso da Aviação Executiva com Mudança Climática (do inglês, Business Aviation Commitment on Climate Change), anunciada em 2009. O evento reuniu líderes civis e da aviação executiva para discutir o caminho a seguir na adoção de biocombustível SAJF na aviação executiva a fim de alcançar os objetivos da coalisão de reduzir emissões por meio de investimentos e inovação.

O Praetor 600 é o melhor jato de porte super médio já desenvolvido, com desempenho superior, ultrapassando todas as suas metas de projeto e capaz de voar mais de 4.000 milhas náuticas em velocidade de cruzeiro ou mais que 3.700 milhas náuticas a Mach .80 de pistas mais curtas que 4.500 pés, complementado por uma excelente capacidade de carga.

O Praetor 600 é agora o jato executivo de porte super médio com maior alcance, com capacidade de fazer voos sem escalas entre Londres e Nova York, São Paulo e Miami, e Dubai e Londres. Com quatro passageiros e reservas NBAA IFR, o Praetor 600 tem um alcance intercontinental de 4.018 milhas náuticas (7.441 km). O jato tem capacidade de decolagem a partir de pistas de apenas 1.352 metros (4.436 pés). A M0.80, o alcance é 3.719 milhas náuticas (6.887 km) com quatro passageiros e reservas NBAA IFR.

O Praetor 600 é o primeiro jato executivo de porte super médio com tecnologia Full Fly-by-Wire e redução ativa de turbulência, tornando cada voo não apenas o mais suave, mas também o mais eficiente possível.

O Embraer DNA Design da cabine explora cada dimensão do único jato super médio que possui uma cabine de piso plano com 1,80 metro de altura, piso de pedra e toalete a vácuo, tudo na mesma aeronave e certificado. A redução de turbulência ativa exclusiva da classe e a altitude de cabine de 5.800 pés, complementada por uma cabine silenciosa, estabeleceram o mais alto padrão de experiência do cliente na categoria super médio. Além da cozinha de serviço completo e do guarda-roupa, oito poltronas totalmente reclináveis ​​podem ser acomodadas em quatro camas, e o espaço para bagagem é o maior da classe.

A tecnologia avançada também é uma característica do Embraer DNA Design, começando com o Upper Tech Panel, exclusivo da indústria, que exibe informações de voo e oferece recursos de gerenciamento de cabine também disponíveis em dispositivos pessoais por meio do Honeywell Ovation Select. Conectividade de alta capacidade e de alta velocidade para todos a bordo está disponível por meio de banda Ka da Viasat, com velocidades de até 16Mbps e IPTV, outro recurso exclusivo entre os jatos executivos de médio porte.

O Praetor 600 apresenta o avançado painel de aviônicos Pro Line Fusion, da Collins Aerospace, com o exclusivo recurso de exibição vertical de meteorologia, alerta situacional similar ao de controle de tráfego aéreo com ADSB-IN e a capacidade preditiva do radar de identificação antecipada de cisalhamento de vento, assim como o E2VS (do inglês Embraer Enhanced Vision System) com HUD (do inglês, Head-up Display) e EVS (do inglês, Enhanced Vision System), Sistema de Referência Inercial (do inglês, Inertial Reference System) e Sistema de Orientação de Visão Sintética (do inglês, Synthetic Vision Guidance System).

0 comentários:

Postar um comentário