Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
terça-feira, 2 de julho de 2019

PostHeaderIcon Voo da LATAM Airlines é o único no mundo que segue a sombra do eclipse total

Às 13h19 (UTC-6) de hoje (2), o voo EFLIGHT 2019-MAX (LA1296) da LATAM voou à sombra de um eclipse solar total a 12.500 metros de altura sobre o oceano Pacífico. A 900 km/h, o Boeing 787-9 Dreamliner da companhia perseguiu o caminho do eclipse, permitindo aos passageiros a bordo a observação total da escuridão por mais de oito minutos, triplicando os 2,5 minutos aproximados de visualização em terra.

“Como LATAM, temos um grande compromisso de mostrar ao mundo o melhor da América Latina e estamos orgulhosos de ter sido a companhia aérea eleita pelos principais especialistas em eclipse do planeta para perseguir este fenômeno em um sobrevoo único pelo Pacífico, decolando da ilha mais remota do planeta: Rapa Nui”, diz Yanina Manassa, Diretora de Clientes do Grupo LATAM Airlines.

O voo decolou às 9h50 do aeroporto Mataveri de Rapa Nui (Ilha de Páscoa), voando a noroeste por duas horas e trinta minutos para se posicionar na trajetória do eclipse, ao leste, antes de retornar à ilha com um tempo de viagem de cinco horas e trinta minutos.

A bordo, a LATAM transportou mais de 50 viajantes de 10 países - em sua maioria, astrônomos e fãs deste fenômeno - para experimentarem o equivalente a três eclipses solares totais em somente uma observação. Um dos passageiros, Dr. Glenn Schneider, dos Estados Unidos, astrônomo da Universidade do Arizona, não somente auxiliou a planejar o voo, como também realizou 35 observações de Eclipses Solares Totais, um Recorde Mundial Guinness.

Como um dos três grupos de empresas aéreas mais sustentáveis do mundo*, uma prioridade para a LATAM é reduzir a emissão de carbono. Para isso, a companhia decidiu compensar as emissões do EFLIGHT 2019-MAX por meio de um projeto de reflorestamento na região de Madre de Dios, situada na Amazônia peruana.

A LATAM trabalhou com a T.E.I. TOURS & TRAVEL, que organizou a viagem, e cientistas líderes por cerca de dois anos para planejar cada detalhe do voo, prever a trajetória do eclipse e identificar a melhor rota em que o avião deveria voar para experimentar o fenômeno, evitando nuvens e outros elementos do clima em terra.

*Em setembro de 2018, o Grupo LATAM Airlines foi reconhecido, pelo quinto ano consecutivo, como uma das três companhias aéreas líderes em práticas de sustentabilidade, tendo sido listado na categoria “World” do Índice de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI).

0 comentários:

Postar um comentário