Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
terça-feira, 19 de novembro de 2019

PostHeaderIcon Inspirada pela natureza, Airbus melhora performance ambiental de aeronave


A Airbus revelou o fello'fly, seu mais novo projeto demonstrador inspirado em biomimética*, que deve melhorar a performance ambiental de aeronaves comerciais e impactar significativamente a redução de emissões na indústria da aviação. O projeto fello'fly da Airbus pretende demonstrar a viabilidade técnica, operacional e comercial de duas aeronaves voando juntas em voos de longa duração. Por meio do fello'fly, uma aeronave traseira irá receber a energia perdida no rastro da aeronave em frente, voando na corrente de ar criada. Isso dá um impulso à aeronave traseira e permite que ela diminua a tração do motor, assim reduzindo o consumo de combustível em 5 a 10% por viagem.
A solução técnica na qual a Airbus está trabalhando envolve funções de assistência a pilotos, necessárias para garantir que as aeronaves que eles estejam pilotando se mantenham com segurança na corrente de ar criada pela aeronave que eles estão seguindo, mantendo a mesma distância e uma altitude estável.

No que diz respeito à solução operacional, a Airbus está trabalhando em colaboração com outras companhias aéreas e empresas de Controle de Tráfego Aéreo (ATC) para identificar as necessidades operacionais e as possíveis soluções para planejar e executar as operações do fello'fly. Isso destaca a importância para a Airbus em liderar as atividades da indústria para alcançar metas para a redução de emissão definidas pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) e o Comitê de Proteção Ambiental em Aviação (CAEP).

A Airbus deve iniciar testes de voos com duas de suas aeronaves A350 em 2020. Em razão de um alto potencial para um impacto ambiental positivo na indústria, a Airbus tem uma linha do tempo ambiciosa para uma entrada em serviço (Entry-Into-Service, ou EIS) controlada, que é esperada para antes da metade da próxima década.

Esse novo projeto de demonstração para uma operação de aeronaves otimizada fortalece a posição da Airbus em um campo em que a empresa já está investindo e destinando seus esforços de pesquisa para desenvolver, inovar e alavancar tecnologias, contribuindo diretamente para o equilíbrio sustentável de emissões e reduzindo o impacto ambiental da indústria da aviação como um todo.
* biomimética: o desenvolvimento e produção de materiais, estruturas e sistemas inspirados na natureza

(Créditos: Airbus)

0 comentários:

Postar um comentário