Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
domingo, 23 de dezembro de 2018

PostHeaderIcon Demonstrador do VSR700 da Airbus Helicopters voa sem tripulação

O demonstrador do VSR700 da Airbus Helicopters decolou para um voo completamente sem tripulação e autônomo da base aérea militar em Istres, no sul da França. A ação aconteceu para comprovar o cumprimento de exigências regulatórias e de sistemas de segurança necessários para a autorização de futuros voos não tripulados na França. Durante o exercício, o demonstrador voou por 30 minutos, executando com sucesso uma série de percursos antes de aterrissar em modo autônomo. O veículo aéreo não tripulado foi pilotado e monitorado de uma estação terrestre localizada na base.

O demonstrador VSR700 tem voado de forma autônoma com um piloto de segurança desde maio de 2017 como parte do seu programa de desenvolvimento. O motor a diesel instalado para cumprir as exigências navais e militares foi ajustado ao longo desse período e sistemas automáticos de controle de voo foram desenvolvidos para atender aos novos padrões regulatórios. Essa nova capacidade operacional crítica está atualmente seguindo seu plano de desenvolvimento e o protótipo será lançado em 2019.

O VSR700 é um sistema aéreo militar tático leve e não tripulado capaz de carregar múltiplas cargas e com uma autonomia de voo de cerca de 8 horas a 100 NM. O sistema oferecerá incialmente capacidade de vigilância estendida para forças marinhas, permitindo que elas reservem voos com helicópteros tripulados para missões críticas. Os usuários serão beneficiados pelo baixo custo de operação do sistema, graças à sua plataforma Cabri G2, que possui certificação civil comprovada, e motor com baixo consumo de diesel. Com um tamanho ideal, a aeronave foi desenvolvida para complementar a atuação de helicópteros tripulados (e não substituí-los) em embarcações que vão de pequenas corvetas a grandes navios de guerra.

(Foto: Stephane Kervella)

0 comentários:

Postar um comentário