Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

PostHeaderIcon Cinco mistérios de avião que você sempre quis saber e nunca perguntou


Dúvidas sobre se os aviões podem andar de ré, se as janelas do cockpit podem abrir e o motivo de não existir a fileira 13 em nenhuma aeronave são comuns. É por isso que a KLM separou, abaixo, as respostas para cinco mistérios comuns sobre aeronaves.



1- Um avião pode taxiar para trás por conta própria?

A maioria das aeronaves pode dar ré usando seu empuxo reverso. Em aeronaves a jato, isso é feito usando dispositivos de empuxo que bloqueiam o jato e o redirecionam para frente.

Em alguns aeroportos nos EUA e no exército, o uso de propulsão reversa durante o taxiamento ainda é uma prática comum. No entanto, não usamos o empuxo reverso para taxiar devido a considerações ambientais (gasto de combustível e emissão de CO2) e gostaríamos de minimizar a poluição sonora (motores são de fato barulhentos). Uma técnica chamada "powerback" usa os motores, e a propulsão reversa suga todo tipo de coisas diretamente na câmara de combustão do motor, o que não é o ideal. Além disso, acreditamos que a equipe na pista também gostaria de não ser arrastada pelo vento. Então é por isso que usamos o procedimento "push-back" com rebocadores. Ah, e também não há espelho retrovisor e sinal sonoro de macha ré, é claro.

2- Limpadores de para-brisa? Em um avião?

Os para-brisas do cockpit têm limpadores por razões óbvias – eles limpam a água ou a neve! Como os pilotos precisam de uma visão clara, os limpadores limpam o para-brisa da água caso o fluxo de ar não faça isso durante a decolagem ou aterrissagem. Podemos imaginar como os limpadores são extremamente úteis durante os eventos que chamamos de batismo, onde as aeronaves são recebidas por caminhões de bombeiros, com jatos de água (às vezes colorida) no avião durante o taxiamento. Os limpadores podem se mover de forma independente, para reduzir a chance de que ambos os sistemas de limpadores parem de funcionar simultaneamente, por exemplo. Em um Boeing 737, os limpadores têm três configurações: intervalo (6/7 varreduras por minuto), baixa (160 varreduras) e alta (250 varreduras). Os limpadores que não funcionam podem ser a razão para um "no-go", ou seja, para abortar a decolagem, quando a previsão é de chuvas fortes durante a decolagem ou aterrissagem, então eles são essenciais!

A propósito, a maioria das aeronaves atualmente têm um revestimento hidrofóbico (que repele a água) em suas janelas. O revestimento afeta a tensão superficial das gotas de chuva e cria uma espécie de filme transparente no para-brisa, o que é muito benéfico para a visibilidade dos pilotos.

3- Ei comandante, abra a janela!

Nem todas as janelas do cockpit podem se abrir. Por exemplo, em um Boeing 737, apenas 2 das 6 janelas podem deslizar para trás. O fato de que elas podem se abrir é principalmente para servir como uma rota de fuga para os pilotos se a porta de acesso usual não puder ser usada. É por isso que uma alça de escape também é montada acima dessas janelas. A janela aberta também permite a comunicação com a equipe da plataforma. Ah, e claro, permite a entrada de ar fresco (mas não a 10.000 pés, é claro!). Então, basicamente, é útil para operações terrestres. As janelas ficam trancadas com segurança, então você não precisa se preocupar com elas abrindo quando não devem.

4- Assento ABC, tão fáceis como 1-2-3?

Você já deu uma boa olhada nos mapas de assento da KLM? Eles parecem bem lógicos, certo? Um passageiro perguntou por que não havia assento B em alguns de nossos aviões. Este é realmente o caso em algumas das nossas aeronaves menores, com 2 filas de 2 assentos. Por exemplo, no Fokker 70 e no Embraer 190 ou em algumas cabines da Classe Executiva, você tem apenas os lugares A e C e D e F. Isso é feito assim (não apenas na KLM, mas praticamente em todo o mundo), pois o assento A é reconhecido como assento da janela e C como assento do corredor, especialmente para passageiros frequentes que sabem de cor os layouts de cabine. Também não há um lugar l (como I de Índia), provavelmente porque o assento 11I seria um pouco confuso para pessoas e computadores.

5- A misteriosa fileira 13

Agora encontre a fileira 13 em qualquer um de nossos mapas de assentos. Mas não prenda a sua respiração até encontrar, porque vai ficar sem fôlego, já que a KLM não tem uma fileira 13 em nenhuma de suas aeronaves. Então, se você vir um assento 13B no seu cartão de embarque, você tem um pequeno problema. O que aconteceu com a fileira 13? Algumas pessoas fazem uma associação bastante negativa com esse número, então nós decidimos simplesmente ignorá-lo. Mas não se preocupe, gatos pretos são permitidos a bordo!

Sobre a KLM

Há 99 anos, a KLM é pioneira no setor de transporte aéreo e é a companhia aérea mais antiga que ainda opera sob seu nome original. A KLM pretende ser a companhia aérea com mais foco no cliente, inovadora e eficiente, oferecendo um serviço confiável e produtos de alta qualidade na Europa.

A KLM transportou um recorde de 34,1 milhões de passageiros em 2018, oferecendo aos seus passageiros voos diretos para 166 destinos com uma frota moderna de 168 aeronaves. A companhia aérea emprega uma força de trabalho de mais de 33.000 pessoas em todo o mundo. O Grupo KLM como um todo transportou mais de 43 milhões de passageiros em 2017. Além da KLM, o Grupo KLM inclui a KLM Cityhopper, Transavia e Martinair. A malha aérea da KLM conecta a Holanda com todas as principais regiões econômicas do mundo e é um poderoso motor impulsionando a economia da Holanda.

Grupo Air France-KLM

Desde a fusão em 2004, a KLM faz parte do Grupo Air France-KLM. Essa fusão deu origem a um dos principais grupos de companhias aéreas da Europa, com duas marcas fortes operando em dois grandes centros: o Aeroporto Schiphol de Amsterdã e o Charles de Gaulle de Paris. O grupo concentra-se em três atividades principais: transporte de passageiros e carga e manutenção de aeronaves. Juntas, as duas companhias aéreas transportam mais 100 milhões de passageiros por ano.

A KLM também é membro da SkyTeam Alliance global, que possui 19 companhias aéreas associadas e uma malha aérea conjunta de 1150 destinos em 175 países.

0 comentários:

Postar um comentário