Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified
Russian Portuguese English French
German Spain Italian Dutch
sábado, 8 de dezembro de 2018

PostHeaderIcon Instituto Embraer celebra 50 anos do voo do Bandeirante com instalação artística no aeroporto de Guarulhos

O Instituto Embraer, em parceria com o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, inaugurou no último dia 6 de dezembro, a instalação artística “O primeiro sopro”, que celebra tanto a história dos 50 anos do primeiro voo do avião bimotor Bandeirante quanto da criação da própria Embraer, que completará cinco décadas de existência em 2019. Assinada por Carmela Rocha e Marko Brajovic, responsáveis pela cenografia de importantes exposições no Brasil e no exterior, a obra estará exposta até fevereiro na área de check-in do Terminal 3 do aeroporto. Cerca de 100 mil pessoas circulam pelo espaço diariamente.

Com quatro metros de altura e quase cinco metros de largura, a instalação conta de maneira lúdica a inserção do Brasil em uma posição de destaque no contexto da indústria aeronáutica global, por meio da criação da Embraer. Segundo Rosana Aguiar, Diretora Superintendente do Instituto Embraer, o objetivo é celebrar um dos marcos mais relevantes da a história da aviação no Brasil. “O Bandeirante é mais que uma aeronave, é a expressão do talento do nosso povo, ao unir criatividade, ousadia e competência técnica, abrindo caminho para o desenvolvimento da Embraer e da indústria aeronáutica brasileira.


Os artistas materializaram a mensagem em uma escultura de alumínio que recria três flores dente-de-leão a partir de 480 maquetes brancas do Bandeirante. “O voo inaugural do Bandeirante foi o primeiro sopro dado para que a indústria aeronáutica brasileira se proliferasse pelo mundo, assim como um dente-de-leão espalha suas sementes pelo ar. Por isso a escolha dessa flor, que desperta memórias afetivas da infância relacionados ao sopro de um dente-de-leão”, explica Brajovic.

Somado a isso, Carmela acrescenta que a obra tem como objetivo transmitir a coragem e a fé que moveram os profissionais responsáveis pela fabricação do Bandeirante e o voo em 1968. “Queremos tocar o público a partir da coragem e fé daqueles que materializaram no ar o sonho de toda uma nação”, comenta Carmela.

“Abrir as portas do GRU Airport para esta exposição é uma forma de dar os parabéns para uma das maiores e mais importantes fabricantes de aeronaves do mundo. O Aeroporto Internacional de São Paulo, assim como os usuários, acabam sendo presenteados”, afirma o presidente do GRU Airport, Gustavo Figueiredo.

Além das esculturas, os viajantes que passarem pelo Aeroporto de Guarulhos no período da exposição poderão tirar “selfies” com as miniaturas dos aviões Bandeirante em tablets, graças ao aplicativo que conta com tecnologia de realidade aumentada.

0 comentários:

Postar um comentário